BNDES diz que não foi informado sobre plano de vendas da JBS

Paulo Rabello de Castro, presidente da instituição, diz que assunto precisa ser amplamente debatido, mas avalia intenção da empresa como boa

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) não foi informado sobre o plano de venda de ativos do frigorífico JBS, anunciado mais cedo nesta terça-feira (20), informou o presidente da instituição, Paulo Rabello de Castro.

“O que a atual administração [da JBS] está falando tem ainda que ser amplamente debatido no conselho de administração. Não houve ainda essa reunião, haja vista que não estou nem informado”, disse Rabello de Castro, após participar de cerimônia em homenagem aos 65 anos do BNDES, no Rio. “O máximo que pode ser sido anunciado [pela JBS] é uma intenção, aliás, boa”, afirmou.

O presidente do BNDES destacou que o banco é um acionista “extremamente relevante” da JBS. A instituição possui cerca de 20% de participação no frigorífico.

Questionado se há estudos para vender parte dessa participação, Rabello de Castro respondeu: “Os momentos mais adequados para fazer uma alienação de ativos são quando a situação desse ativo está bem na curva de preços, e não subavaliado. Como [a empresa] está passando por momento muito delicado, e nós somos acionistas extremamente relevantes, é o momento de unir esforços para defender empregos e o faturamento dessa empresa.”

 

(Com Estadão Conteúdo)