Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bendine: ‘Ninguém está aqui para fazer caixa para o Tesouro’

A afirmação foi feita logo após a divulgação do balanço da estatal, em que ela reportou passivo de 1,6 bilhão de reais em pagamentos de dívidas com o Fisco

“Ninguém está aqui para fazer caixa para o Tesouro”, respondeu taxativamente o presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, ao ser questionado em coletiva de imprensa sobre o pagamento de dívidas tributárias da companhia. No intento de mostrar independência em relação ao governo, controlador da estatal, o executivo nomeado pela presidente Dilma Rousseff em fevereiro deste ano disse que a arrecadação é um problema do Tesouro Nacional e que, como companhia aberta, “a Petrobras tem que zelar pelo seu caixa”.

A afirmação foi feita logo após a divulgação do balanço da estatal, em que ela reportou passivo de 1,6 bilhão de reais em pagamentos de dívidas com o Fisco, que estavam em litígio no Carf. A Petrobras provisionou outros 2,6 bilhões de reais referentes a outras três ações tributárias que enfrenta. Bendine afirmou que o passivo tributário total da companhia é “bastante expressivo”, mas preferiu não precificar esse montante alegando que essa não é uma boa prática e que geraria expectativas indesejáveis. “É melhor divulgar à medida que a gente for solucionando esses problemas, mas (o passivo tributário total) é bastante expressivo”, afirmou.

A Petrobras anunciou na noite desta quinta-feira que seu lucro líquido no segundo trimestre foi de 531 milhões de reais, o que representa uma queda de 90% em relação ao resultado do primeiro trimestre. Em relação ao mesmo período de 2014, a queda é de 89%, quando o lucro ficou em 4,95 bilhões de reais.

(Da redação)