Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Assim como o brasileiro, BC europeu também mantém juros – mas a 0,05%

Decisão do BCE já era esperada, dados os sinais de inflação abaixo do esperado para a região do euro

O Banco Central Europeu (BCE) deixou inalterada suas taxas de juros nesta quinta-feira, mantendo-as em mínimas recordes enquanto imprime dinheiro para impulsionar a economia e acelerar a inflação. Na reunião desta quinta-feira, o BCE manteve sua principal taxa de refinanciamento, que determina o custo do crédito na economia, em 0,05%, e a de empréstimo ficou em 0,30%. A taxa de depósito bancário, por sua vez, ficou -0,3%.

A decisão de manter o custo do empréstimo era unanimemente esperada pelos 59 analistas consultados pela agência Reuters. O BCE deverá mudar as taxas em março. A instituição irá “revisar e possivelmente reconsiderar” sua postura de política monetária quando se reunir de novo em março devido a uma dinâmica inflacionária mais fraca do que o esperado na zona do euro, disse o presidente do BCE, Mario Draghi.

“Enquanto isso, o trabalho será levado a cabo para garantir que todas as condições técnicas estejam colocadas para disponibilizar a gama total de opções para implementação se necessário”, disse Draghi em entrevista à imprensa.

Leia mais:

BC surpreende e mantém a taxa de juros a 14,25%

(Com Reuters)