Arezzo estreará na Bolsa de Valores

A fabricante de calçados entrou nesta quinta-feira com pedido de Oferta Pública Inicial na Comissão de Valores Mobiliários (CVM)

A fabricante e varejista de calçados Arezzo entrou nesta quinta-feira com pedido na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para emitir ações na bolsa. Em outras palavras, realizará uma Oferta Pública Inicial (IPO, na sigla em inglês).

Os recursos da operação, de acordo com o documento enviado à CVM, serão destinados a reforçar o caixa da companhia. Maiores detalhes do IPO, como quantidade de ações e cronograma, ainda não constavam do prospecto preliminar.

A oferta primária (ações novas) marcará a estreia da empresa na BM&F Bovespa. Além deste lançamento, a intenção da Arezzo é fazer uma oferta secundária (papéis já existentes) dos atuais sócios.

A empresa é bastante conhecida por sua atuação no varejo de calçados femininos no Brasil, que se dá por meio de 253 franquias e 27 lojas próprias. Suas marcas estão presentes ainda em mais de 1.600 lojas multimarcas.

O coordenador-líder da oferta é o Itaú BBA. A operação conta com apoio dos bancos Credit Suisse e Bank of America Merrill Lynch.