Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Anatel declara aptas as 6 participantes do leilão 4G

Por Eduardo Rodrigues e Anne Warth

Brasília – A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) declarou aptas para o leilão desta terça-feira todas as seis companhias que entregaram as propostas para o leilão 4G. Concorrem Claro, TIM, Oi, Vivo, Sky e Sunrise. O primeiro lote a ser leiloado será o da faixa de 450 megahertz (MHz), voltada para a internet móvel rural. Esse lote, de abrangência nacional, não tem preço mínimo e será vencido pela companhia que apresentar um plano de assinatura básica mensal de menor custo para os consumidores, para uma velocidade média de 256 kilobits por segundo (Kbps) e franquia de 250 megabytes de download por mês.

Caso nenhuma das seis concorrentes tenha uma proposta específica para essa frequência, a internet rural será automaticamente atrelada às quatro faixas nacionais de 2,5 gigahertz (GHz) para 4G que serão licitadas na sequência. O governo dava como certa a participação da sueca Net1 nessa faixa, mas a companhia não apresentou propostas.

As duas primeiras subfaixas nacionais do 4G que serão licitadas têm maior capacidade de rede e terão preço mínimo de R$ 630,191 milhões cada. As duas seguintes, também com abrangência em todo o País, custarão pelo menos R$ 315,096 milhões cada.

No caso do 4G, ganha a melhor proposta de valor pela outorga. O proponente com melhor oferta será confrontado com a segunda melhor proposta de outro grupo econômico. A Claro também disputa o leilão como Americel e a TIM também participa como Intelig, mas, caso duas coligadas proponham os maiores valores, ainda assim um outro concorrente poderá dar lances. A expectativa do mercado é de que as quatro maiores companhias de telefonia móvel do País – Oi, Vivo, Claro e TIM – levem essas faixas nacionais.

Na sequência, a Anatel iniciará a parte mais longa do leilão, com as outras duas faixas regionais do 4G divididas cada uma em lotes segundo as áreas de registro (DDDs). No total, serão mais 163 lotes com preços e abrangências variadas. A expectativa é de que a Sky e a Sunrise escolham as localidades onde têm maior interesse em operar.