Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Alemanha tem o segundo melhor superávit comercial em mais de 60 anos

Queda das importações e exportações no último mês de 2012 não altera o forte resultado da maior economia da Europa no ano

O superávit comercial da Alemanha foi o segundo mais alto em mais de 60 anos em 2012, destacando uma resistência na maior economia da Europa, embora tanto importações quanto exportações tenham decepcionado no último mês do ano.

O superávit comercial para todo o ano de 2012 foi de 188,1 bilhões de euros, o segundo mais alto desde o início dos registros em 1950. As exportações subiram 3,4% e as importações avançaram 0,7%.

Em dezmebro, as exportações subiram apenas 0,3% ante novembro, e as importações caíram 1,3%.

Analistas culparam a demanda fraca da zona do euro e de outros lugares pela fraqueza das exportações, assim como a relutância dos alemães em gastar no caso da queda das importações. Mas destacaram sinais de recuperação à frente, incluindo uma alta de 0,8% nas encomendas industriais de dezembro.

Leia também:

Desemprego caiu para 6,8% na Alemanha

“A zona do euro continuará em baixa no início de 2013”, diz Draghi

Dívida dos países da zona do euro alcança 90% do PIB

“As importações caíram bastante em dezembro, mas as exportações foram mais fortes do que o esperado ao longo de todo o trimestre, o que realmente pesou sobre o crescimento econômico”, disse o economista do Deka Bank Andreas Scheuerle. “Olhando à frente, o céu é animador. Indicadores globais melhoraram e dão esperanças de que os negócios de exportações irão melhorar de novo.”

A economia alemã encolheu 0,5% nos últimos três meses de 2012 – pior performance trimestral desde uma recessão em meio à crise financeira global de 2008.

Em 2012, as exportações alemãs para a zona do euro recuaram 2,1% enquanto as importações do bloco monetário subiram 0,7%. Isso pode ser um sinal da demanda fraca em Espanha, Itália e de outros lugares.

(Com agência Reuters)