Alemanha confisca 35 toneladas de spinners importados da China

Produto oferecia perigo para crianças e não continha informações de segurança, segundo autoridades

A Alemanha confiscou 35 toneladas de spinners, brinquedo de mão para rodar, na última sexta-feira. Os produtos foram apreendidos no aeroporto de Frankfurt em maio, segundo informações do The New York Times.

Os brinquedos foram importados da China. Autoridades alemãs teriam testado os spinners e descobriram que partes do equipamento poderiam cair, como as luzes de LED, o que aumenta o risco de crianças pequenas engasgarem com o produto.

“Também estão faltando outras informações, como instruções legíveis e informações sobre qual companhia produziu o produto”, disse a porta-voz do aeroporto, Christine Strauss.

Ainda segundo Strauss, a intenção é destruir os brinquedos de mão apreendidos. Também no mês de maio, sites de notícia norte-americanos relataram que uma menina de 10 anos engoliu um spinner.

Segundo o site Dallas News, Britton Joniec teria colocado uma parte do brinquedo na boca para limpá-lo mas acabou engolindo o produto, que ficou preso em seu esôfago. A mãe da garota dirigiu até a emergência, onde Britton foi transferida até o Texas Children’s Hospital para retirar o spinner.

O relato da mãe, Kelly Rose Joniec, também foi compartilhado no Facebook. “Nem todos os spinners vem com advertências em relação a idade. As pontas do brinquedo saem tão fácil… Mantenham em mente que há um perigo potencial de asfixia”.

O objeto feito de metal ou plástico foi criado em 1990 nos Estados Unidos para ajudar crianças com déficit de atenção e hiperatividade. No Brasil, o brinquedo vem fazendo sucesso entre os jovens e grandes lojas do varejo começaram a comercializar o produto a partir de 20 reais.

O Inmetro alerta que esse brinquedo é contraindicado para crianças com idade inferior a 6 anos. Se a criança for mais nova e já tiver ganhado um spinner, a recomendação do Inmetro é que o brinquedo seja retirado dela.

No caso das crianças maiores, o Inmetro aconselha que o brinquedo seja utilizado sob a supervisão de um adulto – nunca deixa-la sozinha com o spinner.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Cláudio Moura

    Se fabricarem um elefante de brinquedo, alguém vai engolir por engano.

    Curtir

  2. Clovis Lacerda

    Claudio Moura: Sim, e’ verdade e serio o assunto. Hoje nao vemos o que antigamente acontecia com frequencia, quando criancas arrancavam os olhos de bicho de pelucia para enfiar no nariz, acabando no hospital.

    Curtir

  3. Fico pensando como é que a minha geração sobreviveu à década de 80 (sem qualquer norma) e como é que essa nova geração sobreviverá aos brinquedos fabricados na China.

    Curtir

  4. Clovis Lacerda

    Wallace: Quem pode escrever aqui e’ quem sobreviveu. 😉 Em minha infancia, vi crianca morrer envenenada porque bebeu querosene, como criancas morreram envenenadas ao abrir caixa de remedio para engolir tudo. Por isso as tampas de hoje vem com mecanismo de protecao. Hoje em dia, ter 2 filhos ja e’ luxo. Antigamente, as familias tinham 8, 10, mas o indice de morte era maior como coisas tao idiotas como desidratacao. Qualquer prevencao para que as familias possam ter 2 filhos que cheguem vivos `a vida adulta, acho isso aceitavel e logico.

    Curtir

  5. Clovis, obrigada por compartilhar pensamentos tão sábio de graça!!

    Curtir

  6. wellington ambrosio

    Já a classe política e assemelhados representam perigo maior e, nem por isso, ameaçam incinerá-los antes que cometam mal maior.

    Curtir

  7. Espero que o ignorante Claudio Moura, tenha entendido as explicações do Clovis Lacerda.

    Curtir

  8. Alemanha é Alemanha. Aqui a população comeu carne podre tingida de vermelho e misturada com papelão durante anos sem saber.

    Curtir

  9. gilmar senhorinho senhorinho

    Rose, você tem que entender uma coisa, aqui é Brasil……

    Curtir