AES Tietê inscreve usina a gás no leilão de energia nova

Por Wellington Bahnemann

São Paulo – A AES Tietê inscreveu o projeto da usina a gás natural Termo São Paulo no leilão de energia nova que contratará a demanda do mercado cativo em 2016 (A-5), de acordo com a área de comunicação da companhia. Mais cedo, a Empresa de Pesquisa Energética (EPE) divulgou a quantidade de projetos cadastrados para a licitação, mas não revelou quais são os investidores. Segundo a EPE, 377 empreendimentos foram cadastrados para o certame, totalizando 24,25 mil MW de capacidade. A licitação será realizada no dia 20 de dezembro deste ano.

Com uma capacidade instalada de 550 MW, a Termo São Paulo demandará investimentos de R$ 1,1 bilhão e consumirá 2,5 milhões de metro cúbicos por dia de gás. Com o projeto, a ser construído no município de Canas (SP), a companhia cumprirá a exigência de expandir em 15% o seu parque gerador no Estado de São Paulo, obrigação assumida pela AES quando adquiriu a Cesp Tietê no leilão de privatização realizado pelo governo de São Paulo em 1999. Pelo edital de venda, essa exigência deveria ter sido cumprida pela companhia até o final de 2007.