Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Adição de biodiesel ao diesel deve subir de 5% para 7%

Por Eduardo Magossi

São Paulo – O setor de biodiesel considera que a adição do combustível renovável no diesel será elevada dos atuais 5% para 7% já em 2013, de acordo com o presidente da Associação dos Produtores de Biodiesel do Brasil (Aprobio), Erasmo Battistella. Segundo ele, o pleito faz parte do novo marco regulatório, que já foi encaminhado ao Congresso Nacional e deve ser aprovado em breve. O novo marco prevê que a adição de biodiesel no diesel deverá alcançar 10% em 2016, com aumentos graduais anualmente.

O executivo disse, ainda, que o novo marco terá três pilares: o primeiro é chegar a 20% de adição em 10 anos. O segundo pilar é a exportação de biodiesel, já que o setor tem condições de produzir o combustível renovável para vendas externas. Atualmente, o setor trabalha com capacidade ociosa de 50%. “Hoje já temos condição de produzir biodiesel para atender a adição de 10%, mas preferimos fazer esse aumento de forma gradual, para que a transição seja feita de forma confortável para produtores, fornecedores e também para o segmento logístico”, explicou.

O terceiro pilar do novo marco é uma política de fomento ao consumo de biodiesel. Battistella citou o ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, que já teria antecipado que o biodiesel será utilizado como combustível na maioria dos meios de transporte durante a Copa do Mundo no Brasil em 2014.

O executivo participa neste momento de evento em homenagem ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em São Paulo, em conjunto com a União Brasileira de Biodiesel e Bioquerosene (Ubrabio), que comemora cinco anos.