Antes da prisão (1918 - 1962)

Mandela iniciou sua militância política antes mesmo de terminar a faculdade de Direito, ao se unir ao Congresso Nacional Africano (CNA) – organização que tinha como principal objetivo combater a segregação racial no país. Após divergências com a cúpula da entidade, Mandela e outros membros formaram a Liga da Juventude do CNA, que defendia uma postura mais agressiva frente ao governo, embora sem uso da violência.

O embate ficaria ainda mais duro após 1948, quando chegou ao poder o Partido Nacional, que oficializou o apartheid. Depois do massacre de Sharpeville – em 1960, quando a polícia sul-africana atirou contra manifestantes negros desarmados –, Mandela passou a defender a resistência armada e coordenou uma campanha de sabotagem contra alvos militares e do governo. Acabou preso, sob a acusação de traição e terrorismo.

1918

.........................................................

Rolihlahla Mandela nasce no pequeno vilarejo de Mvezo, na África do Sul, no dia 18 de julho.

1925

.........................................................

É o primeiro membro de sua família a frequentar a escola. Um professor passa a chamá-lo de “Nelson”, nome que adotou dali em diante.

1941

.........................................................

Mandela voa para Johanesburgo, fugindo de um casamento arranjado. Lá conhece Walter Sisulu e começa a trabalhar em sua empresa de advocacia.

1943

.........................................................

Inicia um curso de Direito, na Universidade de Fort Hare. Por se envolver com greves estudantis, acaba sendo expulso e atrasa sua graduação.

1944

.........................................................

Depois de entrar no Congresso Nacional Africano, ele e 60 outros membros jovens formam a Liga da Juventude do CNA. Mandela se casa com Evelyn Ntoko Mase.

1948

.........................................................

O governo, liderado pelo Partido Nacional, oficializa a política de segregação racial do apartheid. O CNA inicia uma campanha de resistência pacífica contra as leis.

1952

.........................................................

Mandela obtém a licença para advogar e cria a primeira firma de advocacia de negros da África do Sul, com Oliver Tambo, também membro do CNA.

1953

.........................................................

O CNA, temendo ser banido, encarrega Mandela de assegurar que o partido trabalhe clandestinamente.

1956

.........................................................

Ao lado de outros 155, Mandela é preso por traição. Depois de um julgamento de quatro horas, as acusações são retiradas.

1957

.........................................................

Mandela e Evelyn Mase se divorciam. Ele se casa posteriormente com Winnie Madikizela, com quem ficaria até 1996.

1960

.........................................................

A polícia mata 69 pessoas e fere 180, incluindo mulheres e crianças, em um protesto de negros em Sharpeville. Um estado de emergência é declarado, e o CNA, banido.

1961

.........................................................

O CNA conclui que seu protesto pacífico não é suficiente para combater o apartheid e forma um braço armado: o Umkhonto we Sizwe (“Lança da Nação”).

1962

.........................................................

Depois de um ano na clandestinidade, Mandela é preso por deixar o país ilegalmente. Ele é sentenciado para ficar cinco anos na cadeia.

Na História

..............................

Auto-Retrato: Nelson Mandela,
outubro de 1962

Vídeo

.........................................................

Primeira entrevista de Nelson Mandela,
em 1961 (em inglês)

Discurso

.........................................................

“A luta é a minha vida. Continuarei a lutar pela liberdade até o fim de meus dias.”

Compartilhar


Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados