Via Láctea tem 17 bilhões de planetas do tamanho da Terra

Número não quer dizer que haja mais planetas habitáveis, mas eleva chances

Há pelo menos 17 bilhões de planetas do tamanho da Terra na Via Láctea, revela uma estimativa da Nasa, a agência espacial americana, divulgada nesta segunda-feira. O número do levantamento não significa que haja outros planetas habitáveis na galáxia onde está localizada a Terra, mas aumenta a probabilidade de que planetas similares ao nosso sejam encontrados.

Ao menos uma estrela a cada seis da Via Láctea tem um planeta do tamanho da Terra em sua órbita, destacou François Fressin, do Centro de Astrofísica da Universidade Harvard, principal autor da pesquisa, que estima em 100 bilhões o número de estrelas na nossa galáxia. Para ser habitável, um planeta deve estar a uma distância de sua estrela que permita evitar temperaturas extremas e que a água possa existir em estado líquido, algo essencial para a vida.

A nova estimativa surge após a análise de dados obtidos pelo telescópio espacial americano Kepler, lançado em 2009 para buscar planetas fora do nosso sistema solar, ou exoplanetas. Fressin apresentou os resultados na conferência anual da American Astronomical Society, reunida esta semana em Long Beach, Califórnia.

Kepler detecta um exoplaneta quando este passa diante de sua estrela e provoca uma queda de luminosidade no local por onde transita. O telescópio identifica assim exoplanetas potenciais medindo permanentemente as mudanças de luminosidade em mais de 150.000 estrelas situadas nas constelações de Cisne e Lyra.

Durante os 16 primeiros meses de observação, Kepler identificou 2.400 potenciais exoplanetas. Desde então, os cientistas têm tratado de determinar quantos destes sinais correspondem à presença de um exoplaneta.

(Com agência France-Presse)