Três superluas poderão ser vistas até o fim do ano no Brasil

O fenômeno em que Lua parece maior e mais brilhante ocorrerá em 16 de outubro, 14 de novembro e 14 de dezembro.

Até o fim do ano, três belas superluas poderão ser vistas de todos os pontos do Brasil. O fenômeno em que a Lua parece maior e mais brilhante acontecerá em 16 de outubro, 14 de novembro e 14 de dezembro. Segundo Daniel Mello, astrônomo do Observatório do Valongo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o melhor horário para admirá-la neste mês é partir das 21h, mas isso pode variar de acordo com o local de observação.

Leia também:
Conheça os eventos astronômicos imperdíveis de 2016
Como a Lua surgiu? Novo estudo pode acabar com o mistério

A superlua ocorre quando o perigeu lunar – ponto da órbita em que o satélite está mais perto da Terra – coincide com a fase cheia da Lua. “A distância média entre nosso planeta e a Lua é de, aproximadamente, 384.000 quilômetros. No dia 16 de outubro, a distância irá diminuir para 358.000 quilômetros”, afirmou Mello. Ela também pode parecer até 30% mais brilhante do que o normal. O ideal é que o ápice dessa fase lunar ocorra ao mesmo tempo que o perigeu ou em um intervalo muito pequeno.

Mello afirmou que o fenômeno poderá ser observado a olho nu, sem a necessidade do uso de telescópios ou binóculos.