Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Todo mundo dança na mesma batida, diz estudo

De acordo com pesquisa publicada no periódico 'PNAS', o ritmo mundial é baseado em duas ou três batidas e, para todos, a música cumpre importantes funções sociais

Há quem diga que a coreografia de uma música de funk é completamente diferente dos passos de um recital de balé. Mas a verdade é que o mundo todo dança no mesmo ritmo. A cadência global é baseada em duas ou três batidas, de acordo com um estudo publicado nesta semana no periódico Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS).

Para a equipe internacional de pesquisadores, todas as canções do planeta, além de compartilharem características como esse ritmo, funcionam como uma “cola social”, conectando os indivíduos de uma sociedade. “Sob a superfície de uma grande diversidade, a maior parte das canções é construída a partir de blocos básicos e similares, que buscam a aproximação das pessoas”, afirma Pat Savage, pesquisador da Universidade de artes de Tokyo, no Japão, e um dos autores do estudo.

Leia também:

Aves aprendem a cantar da mesma forma que crianças

Seu gato está estressado? O remédio é música clássica

Na mesma batida – Na pesquisa foram analisadas 304 gravações musicais de diferentes ritmos espalhados pelo mundo. Nenhuma característica absolutamente universal foi encontrada, mas os pesquisadores observaram a presença de diversos recursos similares nas músicas. Entre eles, os ritmos baseados em duas ou três batidas, que foram encontrados em todas as regiões, as associações de recursos sonoros semelhantes e a função musical de reunir e coordenar grupos.

“Nossos resultados ajudam a explicar porque os seres humanos fazem música. As características musicais mais comuns ao redor do mundo se relacionam com as coisas que permitem às pessoas coordenarem suas ações. E também sugerem que a principal função das canções é memso unir as pessoas”, completou Savage.

(Da redação)