Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sotheby’s leiloará sacola com pó lunar por mais de US$ 2 milhões

O item foi utilizado por Neil Armstrong para transportar as primeiras mostras de rochas da Lua da história, durante a missão Apolo 11

Uma sacola com restos de lunar que foi utilizada pelo astronauta Neil Armstrong para transportar as primeiras mostras de rocha da Lua durante a missão Apollo 11 será leiloada pela Sotheby’s, uma operadora de casas de leilão. A companhia espera arrecadar pelo menos dois milhões de dólares com a venda do item, que ocorrerá em uma sessão em Nova York, nos Estados Unidos, em 20 de junho, aniversário da chegada do homem à Lua.

O objeto, que tem uma etiqueta escrita “retorno de amostra lunar”, faz parte de uma extensa coleção de artefatos dos programas espaciais dos Estados Unidos e da antiga União Soviética que será leiloada pela Sotheby’s. Segundo a companhia, a sacola tem restos de pó lunar e de fragmentos de pedras. Com valor que pode chegar até quatro milhões de dólares, ela foi examinada por cientistas da Nasa, que confirmaram se tratar da bolsa utilizada para transportar mais de 500 gramas de materiais procedentes da superfície da Lua.

“Essa sacola de aparência modesta fez parte da viagem mais grandiosa do ser humano e desempenhou um papel crucial na tarefa científica mais importante da missão Apollo 11: trazer de volta a primeira mostra de material lunar já coletada”, afirmou o responsável pelo leilão, Cassandra Hatton, em um comunicado.

Quase todos os equipamentos usados nessa missão estão na coleção nacional do Museu Smithsonian de Washington. O único artefato que não está no local foi repassado a um colecionador privado graças a uma decisão judicial.

A sacola, cuja verdadeira história era desconhecida até pouco tempo atrás, tinha sido leiloada em três ocasiões em 2014 em uma pequena casa de leilões, mas ninguém fez ofertas. Em 2015, sua atual proprietária a adquiriu por US$ 995.

(Com EFE)