Sensibilidade ao toque aumenta proteção de plantas

Ao serem tocadas, plantas liberam um hormônio que as protege de insetos e infecções e as faz crescer menos

Estudos anteriores já tinham mostrado que plantadas tocadas frequentemente sofrem alterações em seu processo de crescimento

Uma pesquisa realizada na Universidade Rice (Houston, EUA) revela que, ao serem tocadas, as plantas podem aumentar sua proteção contra insetos e infecções de fungos. O estudo foi realizado com a Arabidopsis thaliana, uma pequena planta da família da mostarda amplamente usada em pesquisas. O artigo será publicado na edição de 24 de abril da revista Current Biology.

A influência do toque no crescimento de plantas foi comprovada pela primeira vez em 2000. Nesse ano, o mesmo grupo de pesquisadores mostrou que as plantas Arabidopsis que eram tocadas regularmente cresciam menos e mais lentamente, semelhante a árvores expostas a ventos costeiros que crescem menos e encurvadas. De acordo com um dos autores do estudo, Wassim Chehab, o que não se sabia era a forma como essas mudanças eram provocadas.

O novo estudo foi criado com o objetivo de verificar se a alteração no crescimento dessas plantas com o toque era regulada por um hormônio de plantas chamado jasmonato.

CONHEÇA A PESQUISA

Título original: Arabidopsis Touch-Induced Morphogenesis Is Jasmonate Mediated and Protects against Pests

Onde foi divulgada: revista Current Biology

Quem fez: E. Wassim Chehab, Chen Yao, Zachary Henderson, Se Kim, e Janet Braam

Instituição: Universidade Rice, EUA

Dados de amostragem: Arabidopsis thaliana, uma pequena planta da família da mostarda

Resultado: Ao serem tocadas, as plantas Arabidopsis thaliana crescem menos, para se protegerem de infecções e fungos.

O jasmonato tem papel importante no processo de defesa das plantas contra insetos. Quando o nível desse hormônio cresce, a planta aumenta a produção de substâncias capazes de provocar irritação no estômago dos animais que se alimentam delas. Essa defesa provocada pelo jasmonato acontece em praticamente todas as plantas, incluindo tomates, arroz e milho.

“Nesse novo estudo, nós mostramos que o jasmonato regula essa resposta de crescimento nas Arabidopsis”, diz Janet Braam, professora e chefe do Departamento de Bioquímica e Biologia Celular da Universidade Rice. “Nosso experimento mostrou que as plantas que eram repetidamente tocadas mantinham altos níveis de jasmonato e assim aumentavam a proteção contra insetos e infecções por fungos.”

Chebab afirma que as plantas não baseiam sua produção de jasmonato em uma única fonte de informação. “Existem múltiplos sinais que podem influenciar a resposta de jasmonato”, diz Cherbab. “O toque é um deles, mas nós descobrimos recentemente que essa resposta pode ser regulada pelo relógio interno das plantas, por exemplo.”

Na pesquisa, estudantes ficaram responsáveis por tocar as plantas com regularidade, mas os pesquisadores explicam que essa sensibilidade pode ser provocada por outros animais, como insetos, e até pelo vento. “As plantas não podem se mexer, então faz sentido que elas sejam altamente sensíveis ao toque para reagir rapidamente às mudanças em seu ambiente”, explica Braam.