Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Por que há tantos vídeos do meteorito que caiu na Rússia?

Milhares de imagens foram registradas por câmeras instaladas para evitar corrupção policial e para serem usadas como provas em acidentes de trânsito

Cerca de 11 horas após a queda do meteorito de 10 toneladas na Rússia, os vídeos que registraram o fenômeno somavam mais de 2.600 resultados nas pesquisas do Youtube. A maioria das imagens foi registrada de dentro de carros em movimento. Mas quem pensa que os russos têm a habilidade de filmar e dirigir ao mesmo tempo se engana. Grande parte dos vídeos foi feita por câmeras instaladas nos painéis dos carros para registrar desde acidentes de trânsito até corrupção policial.

A Rússia é o terceiro país com mais vítimas de acidentes, de acordo com pesquisa divulgada pela entidade Bloomberg Philanthropies, em janeiro. O país registra em média 35.000 mortes no trânsito todos os anos, atrás da China, com 220.000 mortes anuais, e da Índia, com 196.000. Nesta pesquisa, o Brasil também não se sai bem – fica em terceiro lugar, empatado com a Rússia (embora com uma população bem maior, de 194 milhões de habitantes, contra 143 milhões na Rússia).

Leia também:

Vídeo: Choque causa estragos em seis cidades

Mas os acidentes não são o único motivo. A lista de justificativas para a câmera dentro do carro inclui problemas com seguradoras de veículos, más condições das estradas, violência em abordagens policiais e até a ação de pedestres. Em compilações que fazem sucesso no Youtube, é comum ver motoristas culpados fugindo, outros causando acidentes intencionalmente na tentativa de extorquir dinheiro dos demais envolvidos, pedestres que pulam na frente de carros e se jogam no asfalto, fingindo estar machucados, entre outras cenas.

Em 2009, o então presidente e atual primeiro ministro, Dimitry Medvedev, ao falar sobre os índices de acidentes automobilísticos do país, pôs a culpa no “comportamento indisciplinado e criminalmente perigoso de seus motoristas”. Com a instalação de câmeras nos painéis dos carros, os motoristas russos muitas vezes conseguem provar a própria inocência quando se envolvem em acidentes.

A abordagem policial e a corrupção no país também estão entre os motivos para a instalação de câmeras. A Rússia ocupa a 133ª posição entre as nações mais corruptas do mundo (onde a número um é a menos corrupta), de acordo com a Transparência Internacional. O Brasil é a 69ª. Pesquisas locais mostram que mais de 30% dos russos consideram a polícia como a instituição pública onde há mais corrupção. E isso pode ser visto em alguns vídeos que mostram abuso de autoridade, abordagem violenta e tentativas de suborno.

http:http://www.youtube.com/embed/iemD6QVx2Mw