Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Países concordam em reduzir uso de ‘gases do ar condicionado’

As negociações sobre hidrofluorcarbonetos, ou HFCs, são o primeiro teste da boa vontade global para reduzir emissões desde o Acordo de Paris

Quase 200 países chegaram a um acordo, anunciado neste sábado após negociações que se prolongaram por toda a noite, para limitar o uso de gases de efeito estufa que são muito mais potentes do que o dióxido de carbono. As negociações sobre hidrofluorcarbonetos, ou HFCs, são o primeiro teste da boa vontade global para reduzir emissões desde o Acordo de Paris, assinado no ano passado.

HFCs, usados em aparelhos de ar condicionado e refrigeradores, são descritos como o poluente cujo uso vem crescendo mais rapidamente no mundo. De acordo com especialistas, reduzir o seu uso é o meio mais rápido para diminuir o aquecimento global.

Diferentemente do acordo mais amplo de Paris, este é legalmente obrigatório. Ele limita e reduz o uso de HFCs em um processo gradual que começa em 2019 com países desenvolvidos, incluindo os Estados Unidos. Mais de 100 países em desenvolvimento, como a China, o maior poluidor mundial, começam a adotar medidas em 2024, quando o consumo de HFCs deve atingir seu pico.

Leia também
“Enviaremos humanos a Marte por volta de 2030”, diz Obama
Saiba por que, mesmo abandonados, cães esperam os donos
Pesquisadores determinam ‘teto’ para a vida humana: 115 anos

Um pequeno grupo de países que inclui Índia, Paquistão e alguns Estados do Golfo Pérsico pressionaram e conseguiram adiar o início das ações para 2028, alegando que suas economias precisam de mais tempo para crescer.

“Foi um momento histórico, e estamos felizes de termos chegado a esse ponto em que podemos ter um consenso sobre a maioria das questões colocadas na mesa”, disse o principal delegado da Índia, Ajay Narayan Jha.

Grupos ambientalistas esperavam que o acordo pudesse reduzir o aquecimento global em meio grau Celsius até o fim deste século. Este acordo representa cerca de 90% do caminho até lá, disse Durwood Zaelke, presidente do Instituto para Governança e Desenvolvimento Sustentável. Segundo Zaelke, esta é a “maior redução de temperatura já alcançada por um único acordo”.

Corresponde a “interromper por mais de dois anos toda a emissão de dióxido de carbono de combustíveis fósseis no mundo”, disse em comunicado David Doniger, diretor do programa de clima e ar limpo no Conselho de Defesa de Recursos Naturais.

HFCs foram introduzidos nos anos 1980s como um substituto de gases que destroem a camada de ozônio. Mas os riscos aumentaram com o crescimento das vendas de aparelhos de ar condicionado e refrigeradores em países emergentes como China e Índia.

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Eu já estou diminuindo meus gazes aqui. Não peidei ainda hoje. Brincadeira..mas aquecimento global não existe.

    Curtir

  2. Sandro Silva

    Qual aquecimento global? Aquele que não existe? Aquele que é uma farsa?

    Curtir

  3. Micky Oliver

    Tudo isso é farsa! É controle dos mais ricos (países) sobre os mais pobres!

    Curtir

  4. Grande FARSA do aquecimento global.. Faltavam 3 anos para expirar a patente do CFC e divulgaram isto, agora é o HFC … claro cada uma mais caro do que o outro. Leiam os Profs da Usp e a UFAL.

    Curtir

  5. Lucio Tavares

    Sim o aquecimento global e uma farsa por isso as geleiras derretem esses experts da web são uma comédia

    Curtir

  6. Existem geleiras que derretem, e outras ficam maiores. Isso sempre aconteceu e o homem não tem nada a ver com isso…esses especialistas da internet…que comedia…

    Curtir

  7. Tiburtino Lacerda

    SE o assunto fosse MESMO para ser levado a SÉRIO, os países do primeiro mundo, deveriam se unir e IMPULSIONAR com muito dinheiro, o desenvolvimento da refrigeração usando efeito Peltier, também chamado efeito termoelétrico, para aperfeiçoar esse sistema de refrigeração, que simplesmente, NÃO UTILIZA nenhum gás e claro, não provoca aquecimento global.

    Curtir

  8. Felipe Atoline

    Se o aquecimento global é uma farsa é tão boa que meu guarda-roupa participa dela. Tenho muita roupa de frio que quase não sai mais do armário. E nos anos 90 saíam sempre. Tenho um sobretudo que não uso a anos.

    Curtir