“Oitava maravilha” pode ser encontrada na Nova Zelândia

Cientistas afirmam ter descoberto localização exata dos Terraços Rosa e Branco, soterrados por uma erupção vulcânica em 1886

Uma dupla de cientistas afirma que os Terraços Rosa e Branco, atração natural da Nova Zelândia soterrada por uma erupção vulcânica há 131 anos, pode estar a um passo de ser redescoberta. Em um estudo publicado no Journal of the Royal Society of New Zealand, na última semana, os pesquisadores afirmam ter encontrado a localização exata dos terraços, que estariam a cerca de quinze metros da superfície, sob toneladas de lama e cinza.

Veja também

“Oitava maravilha”

Os Terraços Rosa e Branco eram cascatas que exibiam uma coloração característica branca e rosada no Lago Rotomahana, na ilha Norte da Nova Zelândia. A formação atraía turistas de toda a Europa no século XIX e, por sua beleza, costumava ser descrita como a “oitava maravilha do mundo”. Em 1886, uma erupção do Vulcão Tarawera destruiu o local.

Na última década, pesquisas foram conduzidas no local para averiguar se alguma parte dos terraços havia resistido, mas todas apontavam para a sua completa destruição. Contudo, o local exato da formação jamais havia sido encontrado. Para tentar verificar se algo dos terraços ainda poderia estar submerso, os pesquisadores neozeolandeses Rex Bunn e Sascha Nolden pesquisaram mapas e anotações do geólogo austro-alemão Ferdinand von Hochstetter (1824-1884) feitas antes da erupção de 1886. Hochstetter deu descrições detalhadas da localização dos terraços no século XIX e, com a aplicação dessas informações a um mapa topográfico atualizado da região, Bunn e Nolden acreditam ter encontrado a localização precisa da antiga formação.

De acordo com os pesquisadores, ainda é necessária uma investigação mais ampla, que inclua captura de imagens e perfuração do solo, para examinar a região e poder determinar possíveis escavações no local. Segundo Bunn, o local pode estar soterrado, mas em boas condições e a retirada da lama e cinzas poderia restaurar a formação para o turismo.

 

Lago Rotomahana

Lago Rotomahana, no vale vulcânico de Waimangu, na Nova Zelândia (Michael Runkel/Robertharding/Getty Images)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Social Democrata Nem Direita Nem Esquerda

    Simplesmente fantástica a formação de sílica que determinava essa beleza natural. Tomara que a encontrem e resgatem para a humanidade.

    Curtir