Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Impressora 3D ajudará a reconstruir crânio de chinês

Paciente de 46 anos caiu do terceiro andar de um prédio e teve parte de seu crânio retirada. Tecnologia ajudou a fazer um implante de titânio sob medida

Um fazendeiro chinês que se machucou após cair do terceiro andar de um prédio terá parte do seu crânio reconstruído graças a uma malha de titânio feita por uma impressora 3D. O paciente, de 46 anos, está internado em um hospital de Xi’na, que fica na província de Shaanxi, na China. Segundo a imprensa do país, ele trabalhava em um edifício em construção quando foi atingido por uma viga e caiu. Com o acidente, parte de seu crânio precisou ser retirado.

Leia também:

Medicina impressa: os avanços que a tecnologia 3D trouxe à saúde

A data da cirurgia não foi divulgada. A expectativa é a de que o implante seja preso aos ossos do crânio, revertendo algumas sequelas deixadas pelo acidente, como perda da visão e a dificuldade para falar.

Na semana passada, também na China, médicos implantaram uma vértebra feita por impressora 3D em um garoto de 12 anos diagnosticado com câncer nos ossos. No procedimento, que durou cerca de cinco horas, os cirurgiões retiraram a segunda vértebra do pescoço do paciente, onde estava o tumor, e a substituíram pelo implante.