Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Gorila em zoológico de BH vai passar Dia das Mães com novo bebê

O filhote, que pertence a uma espécie ameaçada de extinção, é o terceiro a nascer em um zoológico na América do Sul

A Fundação Zoo-Botânica de Belo Horizonte (FZB-BH) acaba de ganhar um novo motivo para comemorar este Dia das Mães. Imbi, a gorila fêmea que vive no local, deu à luz ao seu segundo filhote nesta segunda-feira, o terceiro a nascer em um zoológico da América do Sul. Os outros dois nascimentos, dos irmãos Sawidi e Jahari, filhos de outra fêmea, também ocorreu no local, em 2014. Agora, a fundação conta com um total de seis gorilas – duas fêmeas adultas, um macho adulto, dois machos filhotes e o recém-nascido, que ainda não teve o sexo determinado. A FZB afirma que abrirá uma votação ao público para escolher o nome do bebê.

Gorilas da planície ocidental (identificados pelo nome científico Gorilla gorilla gorilla), como os que vivem no zoológico de BH, são uma espécie que luta contra a extinção. Eles aparecem na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN, na sigla em inglês) como uma espécie “Criticamente Ameaçada”, sendo vítimas de caça predatória, doenças e perda de habitat. Por isso, para toda a equipe da fundação e defensores da preservação desses animais, o nascimento foi um motivo de grande comemoração. “Temos obtido sucesso na reprodução de gorilas e isso nos deixa muito confiantes em todo o trabalho que vem sendo realizado por nossa equipe técnica”, diz em comunicado o presidente interino da FZB, Homero Brasil, adicionando que, para ele, é muito significativo ser uma das referências na América do Sul no Programa Internacional de Conservação de Gorilas.

Veja também

Como o parto de Imbi foi normal, informa o zoológico, não houve a necessidade de nenhuma intervenção por parte dos veterinários, o que tornou todo o processo bastante tranquilo para os animais. Agora, Sawidi e Jahari contam com mais um companheiro de brincadeiras. Até mesmo Leon, pai do novo filhote e dos irmãos mais velhos, parece entusiasmado com a novidade. A tendência é que ele, com a chegada do novo bebê, continue a participar de brincadeiras e a estimular a prole em suas incursões no recinto, diz a FZB.

A orientação dada aos os visitantes é que haja silêncio para não perturbar a rotina do grupo e para que os animais possam ter a liberdade necessária para se acostumar à nova rotina e ao novo membro do grupo.

Segundo a fundação, gorilas dessa espécie medem cerca de 1,70 metro de altura e pesam até 275 quilos quando adultos.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Grappa Fellini

    Nossa! Que notícia importante! A Europa sendo invadida e dominada pelo islã, 60 mil mortos no Brasil a cada ano por causa do desarmamento e das políticas narcotraficantes do PT, cristãos sendo degolados e perseguidos, mas o importante é o bebe gorila com a mamãe. Pelo menos essa mamãe não o abortou…

    Curtir

  2. A solução para impedir que várias espécies de animais sejam extintos é o útero artificial, e u uso da engenharia genética, a competição dos humanos contra animais é covardia!

    Curtir

  3. Social Democrata Nem Direita Nem Esquerda

    Que legal e que bom estarem nascendo novos gorilas em cativeiro. Os idiotas aqui que não tem emoção e não compreendem o sentido da vida, debocham da matéria. No mínimo, são os futuros eleitores de Bolsonaro. Tudo igual.

    Curtir

  4. José Carlos Lopes de Oliveira

    Que maravilha. Parabéns ao trabalho da FZB-BH. Espero que tenha novas conquistas como essa.

    Curtir

  5. José Carlos Lopes de Oliveira

    Grappa Fellini – Mude para a Europa, então. Pelo que sei nunca vi você fazer nada para mudar o estado de coisas que mencionou.

    Curtir