Einstein era convencido e Newton, quem diria, mentiroso

Em novo livro, o historiador da ciência Robert Crease revela os bastidores da criação das mais importantes equações matemáticas

As Grandes Equações, Zahar

A pesquisa científica não é turbulenta como retratada por Hollywood em filmes como 2012 e Planeta dos Macacos: A Origem. Isso não quer dizer, contudo, que não haja espaço para momentos de fofoca, traição, brigas e corações partidos. Histórias repletas desses elementos estão por trás da descoberta das insuspeitas equações matemáticas, do teorema de Pitagoras à Lei da Relatividade, formulada por Albert Einstein. No livro As Grandes Equações (Ed. Zahar, tradução Alexandre Cherman, 282 páginas, 39,90 reais), lançado nesta semana no Brasil, o filósofo americano e historiador da ciência Robert Crease organizou um saboroso relato sobre as fórmulas mais famosas, com os bastidores das descobertas e as excentricidades dos personagens envolvidos. Confira abaixo as histórias mais curiosas.