Conheça os 25 sinais de que seu gato pode estar sentindo dor

Novo estudo sugere que atitudes como a perda de apetite e dificuldade de pular podem indicar que o felino não está se sentindo bem

Cientistas britânicos identificaram 25 comportamentos dos gatos que podem significar que eles estão sentindo dor. O novo estudo, publicado na revista Plos One, sugere que atitudes como a perda de apetite e dificuldade de pular podem indicar que o felino não está se sentindo bem. “Os sinais relatados no estudo podem ajudar tanto os veterinários quanto os donos de gatos a formar uma avaliação inicial do estado de dor dos felinos”, afirmaram os pesquisadores no estudo.

A dupla de cientistas da Universidade de Lincoln, no Reino Unido, recrutou uma equipe internacional com 19 veterinários especialistas em felinos (com idades entre 30 e 60 anos; 10 mulheres e 9 homens). O estudo contou com três fases de pesquisa, na qual os especialistas deveriam compor uma grande lista de comportamentos que seriam relacionados à dor. Após um compilado de 91 respostas, os pesquisadores britânicos definiram que os itens que fossem consenso entre os veterinários deveriam ter sido citados 80% das vezes. Utilizando este parâmetro, itens menos citados foram excluídos, resultando em 25 pontos.

Leia também:

Gato: o animal ideal do século XXI

Seu gato não está nem aí para você, confirma estudo

O estudo avaliou a frequência que os gatos com dor apresentam cada um dos itens, e se eles se manifestavam em baixo nível de dor, ou alto nível de dor. Assim, os cientistas conseguiram mapear 23 comportamentos que eram comuns quando os felinos sentiam dores agudas ou amenas. Outras cinco atitudes – evitar áreas muito claras, rosnar, mudar o comportamento alimentar, ficar com os olhos fechados e gemer – foram relacionadas apenas a níveis agudos de dor.

“Ao criarmos este conjunto básico de sinais, nós estabelecemos bases para futuras pesquisas que auxiliem na detecção precoce de dor nos gatos por meio de escalas que são baseadas em observações naturais e não invasivas”, explicou o professor de medicina veterinária comportamental na Universidade de Lincoln e coautor do estudo, Daniel Mills. “Gatos são conhecidos por não demonstrar que estão sentindo dor. Quanto mais informações nós conseguimos sobre o que estes sinais podem significar, mais rápido conseguimos levá-los ao veterinário para diagnóstico e tratamento”, disse Caroline Fawcett, presidente da Feline Friends, uma instituição de caridade dedicada a gatos que apoiou a pesquisa dos britânicos. De acordo com os pesquisadores, novas pesquisas ainda são necessárias para a conclusão de um projeto maior, que procura identificar os sinais de dor ao observar unicamente a expressão facial dos gatos.

Veja abaixo a lista dos 25 comportamentos felinos que podem significar dor:

 

 

 

(Da redação)