Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Turista caloteiro gastou R$ 6 mil em caipirinhas

Por Fábio Grellet

Rio de Janeiro – Após gastar R$ 14.468,61 em um hotel do Rio de Janeiro, dos quais R$ 6 mil em caipirinhas, o norte-americano Robert Scott Utley, de 63 anos, tentou embarcar para os Estados Unidos, quarta-feira, sem pagar a conta.

Ele permaneceu hospedado por 13 dias no hotel Porto Bay, de frente para a praia de Copacabana, na zona sul, e informou que deixaria o hotel na manhã de quinta-feira. Mas na noite de quarta-feira desapareceu do hotel. A gerência acionou a polícia, que encontrou Utley no Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador, zona norte do Rio, prestes a viajar para os Estados Unidos.

Detido e conduzido à 12ª DP (Copacabana), Utley afirmou que seu cartão de crédito foi cancelado e que por isso não pôde pagar a conta. Ele disse também que precisou antecipar a saída do hotel por conta de problemas cardíacos. Utley afirmou que tem sete pontes de safena e precisa fazer um tratamento médico de urgência. “O que ele alega (problemas de saúde) contradiz com tudo o que fez no Brasil, que foi consumir bebida alcoólica em demasia”, afirmou o delegado Alexandre Magalhães.

O norte-americano foi indiciado pela fraude prevista no artigo 176 do Código Penal (“tomar refeição em restaurante, alojar-se em hotel ou utilizar-se de meio de transporte sem dispor de recursos para efetuar o pagamento”), que prevê prisão de 15 dias a 2 meses ou multa.

O consulado dos Estados Unidos no Rio foi acionado e intermediou o contato entre o hotel e a família de Utley, que se comprometeu a pagar a dívida. O turista foi liberado e embarcaria nesta quinta-feira para os Estados Unidos, após assinar um termo de compromisso garantindo que voltará ao Brasil caso seja convocado pela Justiça.