Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tentativas de assalto deixam um PM morto e outro ferido

Casos aconteceram em Guarulhos e São Paulo, na noite de quinta-feira

Dois policiais militares foram baleados em reação a tentativas de assaltos nesta quinta-feira nas cidades de São Paulo e Guarulhos. Um dos PMs morreu e o outro ficou ferido. À paisana, um cabo das Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (Rota), grupo de elite da PM paulista, foi atingido, às 20h15, ao impedir um assalto e trocar tiros com dois homens em um posto de gasolina localizado na Avenida Marcial Lourenço Seródio, no bairro Cidade Seródio, em Guarulhos, região leste da Grande São Paulo.

A dupla, que chegou em uma moto, foi surpreendida pelo cabo e, após o tiroteio, fugiu. Mais tarde, os dois criminosos foram detidos. Um deles, baleado em uma das pernas, foi levado pelo comparsa para o pronto-socorro da Vila Maria, na zona norte de São Paulo, onde ambos acabaram detidos, pois o criminoso que socorreu o colega ficou à espera do comparsa.

O policial, ferido de raspão em um dos braços, pediu ajuda no 31º Batalhão, cuja sede está próxima ao posto de gasolina, e foi levado para o pronto-socorro São João e liberado após ser medicado. O caso foi registrado no 9º Distrito Policial, do Carandiru, na capital.

Já outra tentativa de assalto a uma funilaria terminou com um policial militar morto, por volta das 17h45, na Rua Inácio Cervantes, no Parque Ipê, próximo ao quilômetro 19 da Rodovia Raposo Tavares, na zona oeste da capital paulista.

Renato Ferreira da Silva Santos, de 29 anos, lotado no 36º Batalhão, de Embu (Grande SP), estava à paisana e trabalhando no local como funileiro quando ele, o dono estabelecimento, Jorge de Souza Rocha Filho, de 26 anos, e outro funcionário foram surpreendidos por dois homens armados que anunciaram assalto.

Ao sacar uma arma, o policial foi baleado na barriga e morreu mesmo sendo atendido no pronto-socorro universitário. O dono da oficina foi ferido em uma das pernas e atendido no pronto-socorro do Hospital Bandeirante. A dupla fugiu sem levar nada, mas deixou no local a pistola utilizada no crime. Nenhum suspeito foi detido. O caso foi registrado no 75º Distrito Policial, do Jardim Arpoador.

(Com Agência Estado)