Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Quinze voos são cancelados no Uruguai por causa de cinzas de vulcão

Ao menos quinze voos foram cancelados nesta terça-feira no Uruguai devido à presença na região de cinzas do vulcão chileno Puyehue, informou o site do aeroporto de Carrasco, que serve a Montevidéu.

Pela tarde, seis decolagens com destino a Buenos Aires, Santiago e Brasília foram canceladas e nove pousos foram suspensos, todos desde Buenos Aires, a exceção de um da brasileira Belo Horizonte.

As aerolíneas que suspenderam parte de seus voos foram Aerolíneas Argentinas e Pluna.

A uruguaia Pluna informou na terça-feira em um comunicado que “após duas semanas de operações normais, a nuvem de cinzas vulcânicas voltou a pousar sobre o espaço aéreo de Río de la Plata, obrigando a cancelar uma série de voos das rotas que unem Buenos Aires com Montevidéu”.

A decisão de suspender os voos corresponde às aerolíneas, preocupadas pelos efeitos nocivos que poderiam ter as cinzas nos motores dos aviões.

O sistema meteorológico do Aeroporto de Carrasco confirmou à AFP a presença de cinzas vulcânicas no sul, oeste e parte do leste do Uruguai.

Trata-se da sexta vez que os voos são afetados pela nuvem de cinzas do vulcão chileno, que entrou em erupção no dia 4 de junho.

No aeroporto de Carrasco são registradas cem voos diários em média.