Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Procuradoria quer retirar computador da casa de Adriana Ancelmo

Ex-primeira-dama do Rio obteve autorização para ter desktop em casa, sem internet, mas procuradores acreditam que ela possa conseguir algum tipo de conexão

O Ministério Público Federal pediu ao juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio, que reconsidere sua decisão que autorizou um computador sem internet na casa da ex-primeira-dama Adriana Ancelmo. A defesa da mulher do ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) havia solicitado um equipamento desktop para “consulta aos autos dos processos e seus apensos, que, atualmente, se apresentam de forma eletrônica em grande volume”.

A ex-primeira-dama está em prisão domiciliar em seu apartamento, no bairro do Leblon (zona sul), e não pode ter acesso ao telefone ou à internet. Ela é acusada de corrupção e lavagem de dinheiro na organização criminosa que seria liderada por Cabral.

Para a Procuradoria, a instalação de um desktop torna “mais fácil um possível acesso da ré à internet, bastando, para tanto, de apenas um modem sem fio, que prescinde de instalação no local, podendo ser conectado e desconectado do computador no momento que desejar, sem deixar qualquer rastro de sua utilização”.

“Não é demasiado destacar que, os crimes de lavagem de dinheiro são usualmente cometidos através da internet, razão pela qual, malgrado as louváveis medidas de precaução tomadas, é de sabença geral, que a difícil fiscalização de tal medida torna evidente o risco da acusada utilizar de sua frouxa condição em prisão domiciliar para acessar e movimentar o patrimônio oculto por Sérgio Cabral”, alegou a força-tarefa da Lava Jato, no Rio.

Adriana foi presa em dezembro do ano passado e levada à cadeia de Bangu, no Rio, mas ganhou em março o direito de ficar em prisão domiciliar por iniciativa do próprio juiz Bretas, que usou como base o Estatuto da Primeira Infância, que estabelece que presas com filhos menores de 12 anos podem ter a custódia preventiva transformada em domiciliar. Adriana tem um filho de 11 anos, além de outro de 14.

Em 26 de abril, a Primeira Turma Especializada do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) decidiu mandar a ex-primeira dama de volta à prisão. Ela, no entanto, continua em prisão domiciliar até o julgamento de todos os recursos do processo.

(Com Estadão Conteúdo)

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Sonia Vieira

    Será que alguém acha mesmo que essa “senhora” está totalmente desconectada com o mundo??? Quem pensar assim acredita em duendes, fadinhas, cegonha, etc.

    Curtir

  2. Social Democrata Nem Direita Nem Esquerda

    Essa justiça é uma piada. Vão querer controlar a hora que ela vai no banheiro também? Então deixassem presa. Por isso concordo com o Gilmar Mendes quando falou que o Brasil virou uma Organização Tabajara.

    Curtir

  3. Nao sei como esta bandida ainda esta levando a vida do crime como se nada tivesse feito

    Curtir

  4. ABRAÃO LINCOLN SALES BASTOS

    Como se fosse possível. Só se proibissem as vizinhas de emprestar seus tabletes com wifi.

    Curtir

  5. QUEM FOI O VAGABUNDO DE TOGA QUE AUTORIZOU A SAÍDA DESSA LADRA VAGABUNDA DA CADEIA?
    ESSE VAGABUNDO DEVERIA SER EXPULSO DA JUSTIÇA, SER CASSADO E PRESO, POR FORMAÇÃO DE QUADRILHA.

    Curtir

  6. O marcola , o Fernandinho Beira mar e mais os pés de chinelo, em tudo que é presídio no Brasil à fora não estão desconectados , imagina a dondoca do Leblon.

    Curtir

  7. Este País está uma vergonha,quem tem dinheiro se safa,roubou uma galinha fica preso 15 anos regime fechado.

    Curtir