Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Presidente da CCJ rejeita pedido da base para interrogar Fachin

Segundo o líder da comissão da Câmara, Rodrigo Pacheco, ‘falta embasamento jurídico’ para o requerimento

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), decidiu rejeitar requerimento apresentado por parlamentares da base aliada por meio do qual cobravam informações ao ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), sobre a relação dele com o executivo Ricardo Saud, um dos delatores do grupo J&F, que administra a JBS. Caberá agora recurso à Mesa Diretora para que o pedido seja votado diretamente no plenário da Casa.

“Devo indeferir e não pautar o requerimento [na CCJ]. Falta embasamento jurídico”, afirmou Pacheco na noite desta terça-feira. De acordo com o peemedebista, que também é da base aliada do governo, o requerimento é atípico e, por isso, não há previsão na Constituição Federal nem no Regimento Interno da Câmara para votá-lo na comissão que preside.

O requerimento foi apresentado pelo deputado Fausto Pinato (PP-SP) com apoio de vários deputados da base e até da oposição, em reação à delação premiada da JBS. Na delação, executivos da empresa incriminaram o presidente Michel Temer e disseram ter pago propina a 1.890 políticos, entre eles vários parlamentares. Além do requerimento, base e oposição articularam a criação de uma CPI Mista para investigar o frigorífico no Congresso.

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Jurandir marques

    O único Ministro que deveria ser interrogado por suas decisões e invenções é o Ministro Gilmar Mendes.

    Curtir

  2. Fábio Luís Inaimo

    Fachin; Ministro Marionete PeTralha Blindado, e os mortadelas continuam a errar propositalmente o alvo !! A BURRICE vai acabar com o Brasil !!

    Curtir

  3. Ataíde Jorge de Oliveira

    E, jA não B@$TA o — baRATO
    pra caramba! — j&f_
    _RICARDãO $äüDiNhO.pT.pQpPT

    Curtir

  4. Espero que a CPI da JBS siga em frente, pra reverter o escandaloso acordo de leniência “JanotFachin”.

    Curtir

  5. Ataíde Jorge de Oliveira

    p$
    LAVô! — Tá_N E W
    — New
    : New_YorK
    ªªYork$$hARIAºº

    Curtir

  6. Eliane Moura

    Máfia de toga, eles se protegem.

    Curtir

  7. O objetivo da companheirada já foi alcançado: Fachin não é invulnerável. Agora, se eu fosse o ministro faria questão de responder, porque sempre permanecerá atrás da orelha aquela pulguinha da dúvida. Ou da verdade verdadeira, pois.

    Curtir

  8. Ciro Lauschner

    E porque ele não precisa dar explicações de nada? Está acima do bem e do mal? Suspende um senador eleito por milhões de votos e ele teve quantos votos? Nem juiz ele é, era advogado do MST, de porta de cadeia.E não deve satisfações ao povo brasileiro? Como assim? Estamos em uma ditadura do judiciário?

    Curtir