Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Polícia Federal busca joias da mulher de Sérgio Cabral no Rio

Força-tarefa da Lava-Jato no Rio acusa o casal e dois assessores de lavar de dinheiro oriundo de propina pela compra das joias sem nota fiscal

A Polícia Federal realiza uma operação em dois endereços da zona sul do Rio de Janeiro, na manhã desta sexta-feira (23), para reaver joias do ex-governador Sérgio Cabral e da ex-primeira dama Adriana Ancelmo.

Conforme o jornal O Estado de S. Paulo, os policiais cumprem mandados de busca e apreensão nos endereços da irmã de Adriana Ancelmo e  de uma governanta ligada a Sérgio Cabral.   

O ex-governador do Rio responde a uma ação penal por lavagem de dinheiro por meio da compra de joias em dinheiro, sem nota. Além dele, a força-tarefa da Lava Jato no Rio acusa sua mulher, Adriana Ancelmo, e seus assessores Luiz Carlos Bezerra e Carlos Miranda.

Segundo a força-tarefa, o dinheiro sujo é oriundo de propinas pagas por empreiteiras de 2007 a 2014, em contratos para obras do metrô, reforma do estádio do Maracanã, PAC das Favelas e do Arco Metropolitano.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. dá um aperto neste terrorista que tem muitos milhões de reais roubados da nação escondido.

    Curtir

  2. JOSE CARLOS KLEINHAPPEL

    Seria as jóias da Coroa?

    Curtir

  3. Ibrahim Saad

    Esconde as joias manda justiça e polícia para,,,,,,,,

    Curtir

  4. ainda temos a coragem de contar piada sobre portugues com as coisas que fazemos nesse país , a justiça solta a mulher que é esperta e raposa que tem a escola do Cabral isso faz 2 meses e agora quer saber e encontrar as joias que ela roubou com o dinheiro do povo brasileiro …..o povo portugues deve estar morrendo de rir dessa piada , isso é humilhante o que faz essa justiça brasileira em todos os sentidos …..nao só deveriamos tirar os politicos como todos os juizes tudo isso junto é um cancer no coraçao do povo brasileiro !!!!!!!!!

    Curtir

  5. Leandros Parker

    Não precisa essa mulher voltar de novo para a prisão?

    Curtir