Polícia busca casa onde menina foi estuprada no Rio

A família da vítima soube do ocorrido após ver o vídeo do crime

A Polícia Civil do Rio procura a casa onde uma menina de 12 anos que foi vítima de estupro coletivo, praticado por quatro homens ligados ao tráfico de drogas e filmado por um quinto. A família da vítima soube do crime após ver o vídeo, de cerca de um minuto, que está sendo disseminado pelo WhatsApp e pelo Facebook. No vídeo, a criança tenta proteger o rosto.

A delegada Juliana Emerique de Amorim pretende indiciar, além dos estupradores, quem divulgar e armazenar as imagens. O crime teria acontecido no domingo (30), na Baixada Fluminense – a cidade exata não foi revelada para proteger a vítima – mas a denúncia foi feita na sexta-feira (5).

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Salatiel Neto

    Onde estão os DH ( direitos humanos )? Ah, como quem praticou é traficante é melhor nem se meter cerrrrrrto ???? Cadê a palavra da Maria do Rosário contra esta violência contra uma criança ???? Até agora pesquisando não vi ou ouvi nada dela a respeito.

    Curtir

  2. Houvesse um PM envolvido, alguém da área de segurança mesmo um GM ou bombeiro, se houvesse ocorrido na zona sul carioca, aí sim, teríamos o clamor das “Marias do Rosário” e dos grupos de DH. Mas os traficantes são capital eleitoral dessa raça. Então eles ficarão quietinhos.

    Curtir