PM deflagra operação contra onda de ataques em SC

Ação já prendeu oito pessoas. Desde o final de setembro, Estado registrou 111 ataques

A Polícia Militar (PM) de Santa Catarina deflagrou na manhã desta terça-feira a Operação Contra-Ataque, com o objetivo de prender os envolvidos na onda de ataques que atinge o Estado desde o dia 26 de setembro. Até o momento, a ação já resultou na prisão de oito pessoas.

A polícia catarinense informou a identidade dos envolvidos: Diego de Oliveira Ribeiro, Robert de Oliveira – conhecido como Robinho -, Alexsandro Alves Liz, Gustavo Nascimento Küster, Marcelo Nascimento Küster – mais conhecido como Shampoo -, Tainara da Silva Pereira e Ariane Aparecida Almeida. Além deles, a polícia prendeu ainda o avô de Robinho, João Maria Vargas de Oliveira, de 67 anos, por contrabando de cigarros.

Segundo a PM, a operação é realizada com o apoio da Agência de Inteligência e do Pelotão de Patrulhamento Tático. Desde o início da onda de violência, Santa Catarina já registrou 138 ocorrências – 111 atentados e 27 apreensões de materiais suspeitos – e prisão de 60 pessoas.

Leia também:

SC registra nova série de ataques; ex-agente prisional é morto

Santa Catarina sofre mais catorze ataques criminosos

Chega a 3 o total de mortos em onda de ataques em SC