Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Pixuleco só terá acesso à Esplanada após a saída de autoridades no desfile de 7 de setembro

Governo montou um forte esquema de segurança para evitar protestos perto de Dilma Rousseff durante desfile dia da Pátria

O governo montou uma verdadeira força-tarefa para evitar maiores desgastes à presidente Dilma Rousseff durante o feriado da Independência, nesta segunda-feira, 7. Para o desfile em Brasília, as arquibancadas próximas ao palanque presidencial serão ocupadas por convidados que receberam convites diretamente do Planalto. Além disso, haverá revistas para evitar faixas, cartazes e objetos que possam ser jogados contra as autoridades. O boneco Pixuleco, que mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vestido com roupa de presidiário, só terá acesso à Esplanada depois que as autoridades deixarem o local e as pistas forem liberadas.

Um forte esquema de segurança foi montado para evitar que qualquer tipo de protesto chegue perto da presidente Dilma. Mas ela não está livre de ser vaiada no trajeto. Vários protestos estão previstos de ocorrer, mas os manifestantes só terão acesso à Esplanada dos Ministérios após o fim do desfile oficial.

Para não alimentar uma nova onda de protestos e panelaços pelas cidades, a presidente desistiu de convocar cadeia de rádio e TV para exaltar o dia da Pátria. A exemplo do que aconteceu em 1º de maio, sua manifestação deverá ser por meio das redes sociais, em particular o Facebook. O PT também desistiu de convocar a população para ir às ruas de verde e amarelo, mas sabe que poderá haver consequências ao anúncio desta iniciativa, mesmo com o recuo.

Leia mais:

Investigação de dois ministros aumenta desgaste de Dilma

Desvalorização do real passa de 70%, a maior desde 1999

Ameaça – O advogado Matheus Sathler Garcia, que divulgou um vídeo na internet em que ameaça promover um golpe militar e decapitar a presidente da República, está impedido de se aproximar da Praça dos Três Poderes e da Esplanada dos Ministérios, em Brasília, nesta segunda-feira. Em decisão do dia 4 de setembro, o juiz federal Marcus Vinicius Reis Bastos, determina que ele guarde a distância mínima de um quilômetro desses locais. Garcia foi candidato a deputado federal pelo PSDB do Distrito Federal em 2014.

(Com Estadão Conteúdo)