Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lava Jato: Filho de Jorge Picciani é preso pela Polícia Federal

Operação tem por objetivo desmontar esquema de pagamento de propina para comprar decisões na Assembleia

O empresário Felipe Picciani, filho do presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), Jorge Picciani (PMDB), foi preso nesta terça-feira pela Polícia Federal. Ele tinha acabado de deixar o pai no aeroporto de Uberlândia, em Minas Gerais. Assim que chegou ao Rio, Jorge Picciani foi levado para depor. Ambos são alvos da Operação Cadeia Velha, desdobramento da Lava Jato.

A ação mira ainda os deputados estaduais Paulo Melo (PMDB) e Edson Albertassi (PMDB) e outras dez pessoas por corrupção e outros crimes envolvendo a Alerj.

Os pedidos são da segunda instância da Procuradoria da República. Há ordem para buscas no gabinete de Jorge Picciani. Também estão na mira da operação o empresário Jacob Barata Filho, o “Rei do Ônibus”, e o ex-presidente da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio (Fetranspor) Lélis Teixeira.

O “Rei do Ônibus” e Lélis Teixeira foram presos pela Operação Ponto Final em julho passado. Por ordem do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), em agosto, os dois foram colocados em liberdade.

A família Picciani foi um dos alvos do acordo de leniência da Carioca Engenharia em abril do ano passado. A matemática Tania Maria Silva Fontenelle, ligada à empreiteira, afirmou que comprou vacas superfaturadas da empresa de Picciani – a Agrobilara Comércio e Participações Ltda. – para “gerar dinheiro em espécie” para a Carioca Engenharia. A PF suspeita que a Agrobilara é usada para lavar o dinheiro da propina.

A executiva ligada à Carioca afirmou que “simplesmente atendia às solicitações de obter dinheiro em espécie e entregava a quem fazia a solicitação ou a pessoas da empresa por eles indicadas”.

“Obviamente sabia que a destinação dessas quantias era ilícita, para corrupção ou para doação eleitoral não declarada; que, entretanto, não manteve contabilidade ou controle disso, pois estava havia muitos anos na empresa, tinha a confiança dos acionistas e eram recursos não oficiais que normalmente entregava aos solicitantes”, declarou Tania Maria.

Defesas

A defesa de Jacob Barata Filho não teve acesso ao teor da decisão que originou a operação de hoje da Policia Federal e, por isso, não tem condições de se manifestar a respeito. A defesa pedirá o restabelecimento das medidas que foram ordenadas pela Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal, que já decidiu que a prisão preventiva do empresário é descabida e pode ser substituída por medidas cautelares, que vêm sendo fielmente cumpridas desde então.

Jorge Picciani, publicou nota pra esclarecer a situação. “O que aconteceu hoje com meu filho é uma covardia feita para atingir tão somente a mim. Felipe é um zootecnista, bom pai, bom filho, bom amigo, que trabalha de sol a sol e não tem atuação política. Todos que o conhecem o respeitam e sabem do seu caráter e correção”, diz o comunicado.

O parlamentar ainda citou a indicação de Edson Albertassi para o Tribunal de Contas do Estado. “A indicação do nome do deputado Edson Albertassi para integrar o TCE foi do governador Luiz Fernando Pezão e aconteceu mediante o fato de os três auditores a quem caberia a indicação terem decidido não concorrer por ainda estarem no período de estágio probatório”. Picciani diz ainda que nunca recebeu vantagens em troca de favores e que a “Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro não atua a serviço de grupos de interesse.

 

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. sinesio gimene

    tem que fazer isto nao só no Rio , isto acontece em todas as prefeituras, em campinas com certeza, existem varias odebrest esparramada nos municipios, eles adoram tercerizar , como pode o Ceasa de campinas fornecer mais de 300 mil refeicoes por dia ? qual o valor disto ? e nao consigo informçoes, e a refeicao nas escolas é um abusurdo, fora as empresas prestadoras de serviços que eu sei que é uma mafia, e a emdec comunada com os empresarios de onibus e a sanasa , a agua aqui é absurdo, todo mundo metendo a mao na combuca

    Curtir

  2. Vamos ver os próximos passos do Exmo. Gilmar Mendes no desdobramento da operação…

    Curtir

  3. Otavio Santos

    Alô Gilmar Mendes! Precisam da tua ajuda no Rio de Janeiro!

    Curtir

  4. Democrata Cristão (Liberdade de Expressão é meu direito CF 88 art 5 e art 220)

    Será que vão aplicar Laxante nessa operação?

    Curtir

  5. Gilmar o pessoal foi preso.

    Curtir