Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PF e Receita Federal apreendem cobras e lagartos em aeroporto

O brasileiro de 38 anos carregava os animais em situação precária dentro da bagagem; ele foi preso em flagrante e deve pagar multa de 100 mil reais

A Polícia Federal (PF) em ação conjunta com a Receita Federal apreendeu nesta sexta-feira (15), no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, dezoito cobras e doze lagartos que estavam na mala de um brasileiro de 38 anos que desembarcou de um voo que vinha de Madri, na Espanha, e fazia escala em Lisboa, Portugal.

Segundo informações divulgadas pela PF, o homem teria sido selecionado por agentes da Receita Federal para ter suas bagagens inspecionadas em canais alfandegários.

Através da inspeção, os ficais localizaram os animais exóticos dentro das malas do passageiro “sem qualquer tipo de documentação legal que autorizasse o seu transporte ou introdução no país”, de acordo com a PF.

Os animais estavam sendo transportados em condições precárias, envoltos em meias femininas e dentro de potes plásticos. O passageio foi conduzido à delegacia na presença de funcionários do IBAMA.

Cobras apreendidas em no Aeroporto de Guarulhos

Polícia encontrou os animais dentro da bagagem do passageiro. (Polícia Federal/Divulgação)

No depoimento, o brasileiro afirmou que não pretendia comercializar os bichos e que os havia comprado em Portugal por 800 euros. Embora tenha negado a intenção de vender as cobras e lagartos encontrados em sua mala, a polícia localizou, em uma busca na internet, anúncios de animais semelhantes que seriam comercializados por ele em uma rede social.

O homem foi preso em flagrante pelos crimes de contrabando, maus-tratos e introdução de espécime sem parecer técnico oficial favorável e licença, receptação e falsidade ideológica, além de ter que pagar uma multa de 100 mil reais aplicada pelo IBAMA.