PF apreende fósseis em feira de antiguidades do Masp

Responsável pela venda de objetos será indiciado por usurpar bens da União

A Polícia Federal apreendeu neste domingo produtos arqueológicos e fósseis que estavam sendo vendidos na feira de antiguidades que acontece no vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp), na Avenida Paulista, região central da capital. De acordo com a PF, foram encontrados no local produtos arqueológicos brasileiros, como mãos de pilão, lâmina polida, pontas de projéteis (flecha ou lança) e uma tanga marajoara de cerâmica. Também estavam expostos à venda fósseis que não tiveram sua origem comprovada. Todo material foi apreendido e encaminhado para a Superintendência Regional da PF, no bairro da Lapa. Como o responsável pelo estande não estava no local, seus funcionários foram ouvidos e depois liberados pelos policias. Conforme a lei, materiais arqueológicos e fósseis brasileiros são produtos da União e não são passíveis de comércio. Segundo a PF, o responsável pela venda desses objetos será indiciado por usurpação de bens da União. Se condenado, poderá cumprir pena de detenção de 1 a 5 anos, além de pagar multa.