Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ovos de Páscoa com larvas e mofo são distribuídos em Bertioga

Alunos da rede pública receberam da prefeitura ovos estragados. Administração municipal diz que responsabilidade é da empresa fabricante do chocolate

Moradores de Bertioga, no litoral de São Paulo, denunciaram que a prefeitura do município distribuiu nos últimos dias ovos de Páscoa estragados a crianças que estudam em escolas da rede pública. As denúncias foram divulgadas em redes sociais, com fotos e vídeos de alguns ovos com mofo e até larvas.

Mãe de um estudante da rede pública da cidade, Juliana Santos postou na última quinta-feira no Facebook um depoimento, acompanhado de vídeo, em que relata o que ocorreu com seu filho. “Ao chegar em casa, meu filho abriu o ovo e disse que estava com gosto estranho, então eu disse para ele não o comer. Fui olhar e vi que veio com algo a mais, tinha larvas e estava mofado o ovo. Decerto estava até vencido, mas nem lembrei de olhar.”

Outras mães de alunos da rede pública de Bertioga relataram o mesmo problema, como Caroline Souza, que publicou uma foto do ovo que seu filho recebeu, claramente com mofo. “É uma vergonha isso”, escreveu ela, também no Facebook.

A prefeitura de Bertioga informou na tarde deste sábado que a responsabilidade pelos ovos estragados é da empresa fabricante, cujo nome não foi revelado. “Após tomarmos conhecimento do problema, estamos fazendo uma grande busca para identificar o fabricante. Feito isso, o Departamento Jurídico da Prefeitura vai acionar os responsáveis”, informou a prefeitura, por meio de uma nota oficial.

Ainda segundo a administração municipal, cerca de cinco mil ovos foram recebidos como doação pelo Fundo Social de Solidariedade de Bertioga, órgão da prefeitura, todos tiveram a data de validade checada e apenas dez apresentaram problemas. “Em nossa cidade, as crianças da escola são tratadas com muito carinho, a gente faz um esforço muito grande para que essas crianças tenham vontade de vir para a escola e tenham uma Páscoa feliz. Ficamos indignados que um fabricante tenha fornecido chocolate estragado. Isso é inadmissível!”, afirmou a prefeitura, que garantiu que vai substituir imediatamente os ovos estragados.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Jonas Prates

    Qdo falam em pena de morte, muitos são contra!
    Agora, uma raça e corja de canalhas, não estão nem aí com a saúde dos outros!
    Merecem paredão ou cadeira elétrica!

    Curtir