No RJ, PSDB tenta descolar Gabeira de César Maia

Para manter a aliança de quatro partidos de oposição no Rio de Janeiro, o PSDB propôs um modelo de campanha eleitoral em que o ex-prefeito Cesar Maia (DEM), que disputará uma vaga no Senado, pedirá votos de forma totalmente independente do candidato ao governo, deputado Fernando Gabeira (PV). No plano nacional, Maia apoiará o tucano José Serra e Gabeira, a senadora Marina Silva.

Com isso, os tucanos esperam resolver o impasse provocado pelos verdes, que rejeitam a presença de Maia na chapa, alegando que o ex-prefeito tira votos de Gabeira. Cesar Maia já aceitou o formato proposto. Gabeira diz que só vai se manifestar depois do lançamento da candidatura de Serra à Presidência, amanhã, em Brasília.

Maia não deve sequer citar o nome de Gabeira em seu material de campanha, apenas o de Serra e dos partidos que integram a coligação. O candidato a governador também omitiria qualquer referência à candidatura de Maia para o Senado.

O presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), vai ao Rio levar a proposta de campanhas individuais de Gabeira e Maia, apesar da chapa única. Assim como Gabeira afirma que perde votos se fizer campanha ao lado do ex-prefeito, Cesar Maia diz que o mesmo acontece com sua candidatura.

(Com Agência Estado)