Nevoeiro mantém Santos Dumont fechado e causa tumulto

Segundo a Infraero, entre meia noite e 16h, dos 53 voos programados, 19 foram cancelados, dois saíram com atraso e 31, no horário

O aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, reabriu após ficar mais de 8 horas fechado neste domingo por causa de um nevoeiro. Centenas de pessoas ficaram reunidas no saguão do aeroporto sem conseguir embarcar. Segundo a Infraero, entre meia noite e 16h, dos 53 voos programados, 19 foram cancelados, dois saíram com atraso e 31, no horário. O nevoeiro é causado por um fenômeno climático conhecido como inversão térmica, comum no outono.

As companhias se comprometem a reembolsar hotel e refeições para os passageiros que não residem no Rio de Janeiro e que remarcarem seus voos para amanhã. Para isso, eles têm que enfrentar “filas quilométricas” no saguão do aeroporto. A dona de casa Euzenira Silva, de 52 anos, conta que chegou a despachar a bagagem no Santos Dumont e que, depois de cancelado o voo que pegaria para Brasília às 15h, teve a passagem remarcada para as 20h no Galeão. Está com dificuldade, porém, de transferir as malas a tempo de embarcar. Acompanhada da mãe e da sogra, ela lamenta o transtorno e cansaço causados às pessoas idosas.

Já a empresária Cristiana Furlan, de 44 anos, comemorava no saguão do Santos Dumont por ter conseguido remarcar o retorno a São Paulo, onde mora e trabalha, para as 10h40 de amanhã, no Galeão. “Tive que remarcar os compromissos. Fazer o quê?”, disse a engenheira.

(com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Tadeu Passarelli

    Nevoeiro? Não decolam por instrumentos????

    Curtir