Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Naufrágios, Lula e financiamento eleitoral nas manchetes do dia

Segundo a "Folha de S.Paulo", Justiça agiliza processo contra o ex-presidente no caso do tríplex do Guarujá

O segundo naufrágio em 48 horas no país, o trâmite do processo contra Lula no caso do tríplex do Guarujá e a opinião de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a modalidade de financiamento eleitoral estão nas manchetes dos principais jornais do país nesta sexta-feira. Segundo a Folha de S.Paulo, o andamento da ação que condenou o ex-presidente foi mais o rápido dentre as 31 apelações da Lava Jato com origem em Curitiba. Já no Estado de S.Paulo, reportagem revela que pelo menos 6 membros do STF são contra modelo de doação empresarial para financiar eleições, proposta em discussão no Congresso.

O Globo
Segundo naufrágio em 48h mata 18

Menos de 48 horas após um barco clandestino com 48 pessoas a bordo afundar no Rio Xingu, no Pará, uma embarcação com 124 passageiros emborcou ontem na Baía de Todos-os-Santos, a 200 metros da Ilha de Itaparica, quando iniciava viagem para Salvador. Até à noite tinham sido encontrados 18 corpos, entre eles o de um menino de dois anos.

Folha de S.Paulo
Justiça agiliza processo de Lula no caso tríplex
O percurso do processo que condenou o ex-presidente Lula no caso do tríplex até o TRF da 4a Região correu em 42 dias, metade do tempo mediano — houve caso que levou 187 dias. Dias depois da sentença de Sergio Moro, o presidente do TRF-4, Carlos Thompson Flores, disse que a apelação seria julgada em até um ano e que a proximidade da eleição presidencial poderia influenciar o trâmite da ação.

O Estado de S.Paulo
Maioria do STF se mantém contra doação empresarial
Apesar das críticas à criação de um fundo público para financiar as eleições, a maioria dos ministros mantém o entendimento sobre a inconstitucionalidade da doação empresarial, caso o STF seja provocado. A preocupação é que essa forma de financiamento seja aprovada para 2018 e depois o STF a derrube.

Governo planeja trâmite rápido para acelerar concessões
Alguns projetos incluídos no pacote de concessão lançado pelo governo poderão ter uma espécie de “fast track” (trâmite rápido) para acelerar os leilões. O objetivo é garantir que o dinheiro arrecadado entre no caixa da União até o fim de 2018. Entre as possibilidades, está a redução de 100 para 60 dias do prazo de entrega de proposta para a concessão.

Valor Econômico
Brasil vai enfrentar a sua maior condenação na OMC
A Organização Mundial do Comércio (OMC) divulga no dia 30 relatório com a maior condenação sofrida pelo Brasil na história do sistema multilateral de comércio.

Jornal do Commercio
Herança da Eletrobras tem dívida de R$ 46,2 bilhões
Ainda aparecem nos informes da estatal contingências que podem gerar despesa de R$ 64 bilhões, sendo R$ 51,2 bilhões de questões cíveis, R$ 9,1 bilhões referentes a assuntos tributários e R$ 4,2 bilhões de passivos trabalhistas.