Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Militares no Rio usam máscara de caveira para proteger o rosto

Acessório é proteção contra os raios solares e ajuda a secar rapidamente o suor sem prejudicar a respiração

Militares das Forças Armadas têm chamado atenção na ocupação da Favela da Rocinha por utilizarem uma espécie de máscara com estampa de caveira. De acordo com os soldados, o acessório, também conhecido como balaclava, não tem a intenção de assustar a população. Eles alegam que a máscara, feita de poliviscose – conhecida como malha fria – protege a pele do rosto dos raios solares e seca rapidamente o suor sem prejudicar a respiração.

Não é a primeira vez que equipes de segurança foram vistas utilizando peças assim durante operações. Em maio, policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) usaram o ‘lenço palestino’. Na ocasião, o comando da PM argumentou que o acessório protegia o rosto do policial, inclusive contra estilhaços, e podia servir como torniquete em casos de socorro a feridos.

De acordo com o Comando do Exército, o uso da balaclava nas cores preta e azul-ferrete está previsto nos regulamentos de uniformes das Forças Armadas. A utilização de qualquer acessório que fuja dessas regras ainda está sendo apurada.


Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Osmar Serrragem

    Londres e Paris estão tomadas por tropas militares, das mais variadas armas e uniformes, todos armados até os dentes, nas ruas, prontas para enfrentar terroristas, mas não se vê esta presepada. Todo mundo mostra a cara. Lá, quem manda é o povo.

    Curtir

  2. Estrêla e Estrêla

    Em Londres e em París quem manda são os coitadinhos dos muçulmados, dos africanos, ciganos e toda sorte de seres complicados que fugiram em busca do socialismo europeu. E um dia a Europa ira chafurdar na lama. Agora, voltando ao Brasil… querem que coloquem mascaras com a cara da Anitta ou do Pablo eVitar é??? Caveira é caveira!!

    Curtir

  3. Não vejo nada demais. Primeiro, que estes militares estão se protegendo, pois muitos moram nestas comunidades. Segundo, que isto levanta a moral de quem utiliza. Terceiro, que a bandidagem fica mais receosa quando vê que eles não estão lá pra brincadeira. Quarto, quanto mimimi para algo banal…

    Curtir

  4. só tem medo quem é vagabundo!!! não não deve não teme!!!

    Curtir

  5. Osmar Serrragem

    Em Paris, há 30 dias, conversei com dois militares, “legionaires”, (falo razoavelmente o francês) Foram educados, mas formais, discretamente com os dedos nos gatilhos de seus fuzis alemães. Sólidos rapazes da Auvergne. Eu não folgaria com eles…

    Curtir

  6. Será que os militares do Rio não têm uma máscara mais bonitinha, não?

    Curtir

  7. Osmar Serrragem

    “O Comando Militar do Leste (CML) está investigando o uso de máscaras não permitidas por agentes das Forças Armadas em operação na comunidade da Rocinha, na Zona Sul do Rio, desde a última sexta-feira (22). Fotos tiradas na favela mostram militares atuando com o rosto coberto com toucas de caveira.

    De acordo com o coronel Roberto Itamar, porta-voz do CML, as balaclavas são permitidas unicamente em cor preta para homens do Exército, ou azul ferrete para homens da Marinha.”

    Curtir

  8. Osmar Serrragem

    ‘O Comando Militar do Leste (CML) está investigando o uso de máscaras não permitidas por agentes das Forças Armadas em operação na comunidade da Rocinha, na Zona Sul do Rio, desde a última sexta-feira (22). Fotos tiradas na favela mostram militares atuando com o rosto coberto com toucas de caveira.

    De acordo com o coronel Roberto Itamar, porta-voz do CML, as balaclavas são permitidas unicamente em cor preta para homens do Exército, ou azul ferrete para homens da Marinha.’

    Curtir

  9. caroline de oliveira mesquita

    Puro mimimi, as máscaras são até bonitas. Pq não deixam os caras trabalhar em paz?

    Curtir

  10. Artur Britto

    Tudo será usado para denegrir a imagem das forcas armadas, a imprensa só tá esperando um deslize.

    Curtir