Maia defende voto em lista pré-ordenada e financiamento público

Presidente da Câmara disse nesta segunda em São Paulo que o 'Brasil não pode entrar na próxima eleição com esse sistema que está'

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu em coletiva de imprensa nesta segunda-feira a adoção de um sistema eleitoral com voto em lista pré-ordenada e financiamento público. Na entrevista, após uma palestra em São Paulo, Maia disse que o Brasil precisa ter um novo sistema eleitoral nas próximas eleições presidenciais, em 2018.

“Eu espero que a gente possa ter um novo sistema eleitoral para o Brasil em 2018. Pode ser o voto em lista pré-ordenada, pode ser o sistema misto, o modelo Alemão, que tem metade de lista mista e voto distrital. Pode ser o distrital”, afirmou. “Eu defendo e tenho defendido o da lista pré-ordenada pelo financiamento público”, destacou.

Pelo sistema defendido por Maia, o eleitor vota no partido, cuja cúpula definirá uma lista ordenada dos candidatos que serão eleitos. A sigla que tiver mais votos conseguirá o maior número de cadeiras, que serão ocupadas pelos primeiros da lista. Hoje, o eleitor vota diretamente no candidato. Para valer nas eleições de 2018, novas regras teriam de ser aprovadas no Congresso até outubro deste ano, pelo princípio da anualidade.

Maia afirmou ainda que qualquer modelo usado em outros países pode ser testado no Brasil. “Acho que qualquer modelo existente no mundo, não uma nova invenção brasileira, qualquer desses modelos que têm dado certo tanto nos Estados Unidos quanto na Europa precisam ser testados no Brasil”, afirmou. Para o presidente da Casa, “o Brasil não pode entrar na próxima eleição com esse sistema que está”.

(com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Lista não, pois o Brasil não pode entrar na próxima eleição com esses políticos que temos agora!

    Curtir

  2. Simples: político que votar a favor da reforma da Previdência não merece novo voto do eleitor. Quem votar não vai voltar! NÃO À REFORMA DA PREVIDÊNCIA!!!! NENHUM DIREITO A MENOS!!!!

    Curtir

  3. Gilson Peces

    ESTE SENHOR MAIA SO PENSA NESTAS REFORMAS, CADE AS LEIS COMPLEMENTARES DA CONSTITUIÇAÕ QUE JA VAI FAZER 30 ANOS, NINGUEM FALA NESTE ASSUNTO

    Curtir

  4. Almir Delmondes

    Lista não, pois o Brasil não pode entrar na próxima eleição com esses políticos que temos agora!
    O DEM, acha que o povo é tolo, lista escolhida ´por estes políticos, não tem o menor valor.

    Curtir

  5. Ricardo Andreucci

    Voto em lista e financiamento público de campanha sempre foi a pauta do PT para ficar no poder. Para voto em lista a legislaçao tem que ser alterada pois as pessoas devem votar numa lista e nao no seu candidato preferido. Isso sim é golpe eleitoral. Já imaginou quanto o candidato terá que pagar ao partido para ser o primeiro da lista ? E o financiamento público, da onde vai sair o dinheiro ? Já existe o fundo partidário que é dinheiro público que vai para os muitos partidos.

    Curtir

  6. Meu Deus q absurdo querem se safar de qquer jeito. Esse sistema de lista é o pior possível. Eu não voto em ninguém muito menos sem nem saber quem é o candidato. O povo brasileiro tem q parar de votar, Ninguém percebe isso?

    Curtir

  7. É outro calhorda que já deveria estar preso há muito tempo. Quer ser candidato que pague com o próprio dinheiro a suja campanha e não com o meu que é ganho suado.

    Curtir

  8. jose roberto

    Esse safado que trair o povo e depois arrumar um jeito de se reeleger.

    Curtir

  9. Djalma Wilson Janini Franco

    Isto é canalhice da mais explicita, não pode passar. O Rodrigo Maia está apenas confirmando um desvio pantagruélico de caráter com esta proposta.

    Curtir

  10. JOSÉ ALVES GUIMARÃES

    Esse calhordas, sanguessugas do sangue e do suor do povo trabalhador. Querem permanecer eternamente explorando a ignorância do povo brasileiro. Esse sistema de lista fechada, servirá apenas para manter os grandes ladrões no poder, pois, os eleitores não poderão saber quem serão, de fato, os candidatos. A verdade absoluta é que estes marginais somente penam em enriquecer e viverem nababescamente com o fruto do trabalho do povo. Chega! Votemos em Bolsonaro!

    Curtir