Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mãe de bebê baleado recebe alta no Rio de Janeiro

A criança, que nasceu paraplégica após bala perdida atingir o útero da mãe, segue internada na UTI. Ainda há chances de recuperação do movimento das pernas

A operadora de caixa Claudineia dos Santos Melo, de 29 anos, recebeu alta nesta quinta-feira do hospital Moacyr do Carmo, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Ela é mãe do bebê Arthur, que nasceu paraplégico após ser atingido por uma bala perdida enquanto ainda estava no útero.

Claudineia saía de um mercado na Favela do Lixão, na última sexta-feira, quando houve um confronto entre traficantes e policiais. Grávida de 39 semanas e com parto previsto para 13 de julho, ela foi baleada na pelve. Estilhaços atingiram o bebê, que nasceu após os médicos realizarem uma cesariana de emergência.

Arthur teve os pulmões perfurados pelo tiro, que também causou hemorragia cerebral e fraturas nas vértebras T3 e T4. Transferido para o hospital Estadual Adão Pereira Nunes, também em Duque de Caxias, ele está internado na UTI neonatal.

O bebê tem dreno nos pulmões e respira por aparelhos. O neurologista Eduardo França, do Hospital Moacyr do Carmo, afirma que há chances de Arthur recuperar o movimento das pernas.

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Grappa Fellini

    Essa é uma notícia muito boa! Realmente a idéia do pobre bebê nascer já tetraplégico, como havia sido noticiado, é de arrasar qualquer um. Espero que ele fique bem e sem sequelas.

    Curtir