Maduro pagou US$ 11 milhões em dinheiro vivo, diz Mônica Moura

Articulador da campanha de Hugo Chávez, o atual presidente da Venezuela, de acordo com a delatora, exigia que os pagamentos fossem "por fora"

O famoso esquema de mascarar as contas de campanhas políticas por meio de caixa dois, descortinado pela Operação Lava Jato, também se perpetuou fora do país. Em acordo de delação premiada, Mônica Moura, mulher do marqueteiro João Santana, afirmou que o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, repassou 11 milhões de dólares em espécie para financiar a campanha de 2012 de Hugo Chávez, ex-presidente venezuelano, morto em 2013.

Então chanceler, Maduro fez o repasse na própria sede da chancelaria, localizada em Caracas, na capital venezuelana, segundo Mônica Moura. As pastas com dinheiro eram entregues no gabinete do atual presidente, que garantia à marqueteira escolta até a produtora para reforçar a segurança dela.

Maduro, disse Mônica Moura, exigiu que quase todos os valores para custear a campanha pela reeleição de Chávez fossem pagos “por fora”. Esses repasses eram feitos por meio das empreiteiras Odebrecht e Andrade Gutierrez. O então embaixador da Venezuela no Brasil, Maximilien Arvelaiz, atuava como uma espécie de articulador da campanha de Chávez por manter, ao mesmo tempo, boa relação com as construtoras e com a cúpula do Partido dos Trabalhadores.

O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu também foi apontado como um “elo” entre a equipe da Agência Pólis, comandada por João Santana, e a campanha de Chávez. Como resultado, Franklin Martins, ex-ministro da Secretaria de Comunicação de Lula, foi contratado para elaborar a campanha de Chávez na internet.

Por ser sempre “muito desconfiado”, nas palavras de Mônica Moura, o presidente Nicolás Maduro evitava entregar dinheiro vivo para mais de uma pessoa. Ele dava todo o valor a ela, que, em seguida, fazia os repasses. Na delação, Moura disse ter dado dinheiro, também por fora, para Mônica Monteiro, mulher de Franklin Martins.

Ela detalhou ainda que, além dos 11 milhões pagos pelas mãos de Maduro, a Odebrecht arcou com 7 milhões pela campanha de Chávez. Já a Andrade Gutierrez pagou 2 milhões de dólares. Restou uma dívida, nunca saldada, de 15 milhões de dólares.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Tudo farinha podre do mesmo saco, a esquerda bolivariana. È asquerosa esta seita criminosa. Tem que ser banida do mundo.

    Curtir

  2. Ricardo Andreucci

    Por isso tudo que dilma, lula e o PR nunca disseram com todas as letras que a vanezuela era uma ditadura. Ao contrario, lula (o Amigo) dizia que tinha democracia até demais. Quadrilheiros!!!

    Curtir

  3. José Eduardo Emilio Faraco

    Parece que foi ” duena Marisita”

    Curtir

  4. Só nos resta a justiça acabar com tudo isso. E consequentemente, o eleitor votar com consciência, e mandar essa corja pra casa de uma vez por todas e para sempre.

    Curtir

  5. Márcio Alves de Almeida

    Pois é…E ainda há quem queira que Lula volte a governar o Brasil. Melhor dizendo, há quem queira que Lula retorne aos procedimentos para nos levar à situação atual da Venezuela. O povo venezuelano está passando fome. Venezuelanos estão atravessando a fronteira pra tentar a sorte em Roraima. Estado que, sabemos, não oferece muitas oportunidades. Mas, parece que é melhor ir pra lá do que ficar na Venezuela. Em Boa Vista, Roraima, pobres venezuelanas, sem ter mais pra onde apelar, estão se prostituindo.
    A sociedade brasileira não pode permitir que aconteça com o Brasil o que está acontecendo com a Venezuela.

    Curtir

  6. Ataíde Jorge de Oliveira

    1.71äB$öLüPT@
    Aí, MaNo, é_DifíciL ÇABER quem é + BAnDiD@
    1º) U da VüLLvUzeLLa
    _é MORT@
    2º) ü D’aQüÏ — aÏNDA
    _NãO.pT.pQp.PT => PT_$d$

    Curtir

  7. Fábio Luís Inaimo

    Por coincidência, o país bolivariano adora PuTrin, assim com a direita extrema brasileira; seria isso burrice ou conivência !?

    Curtir

  8. José Carlos Lopes de Oliveira

    Mais um sócio/comunista corruPTo como todos os outros. Todos alunos do Fidel Castro que agora está dando aulas de sem vergonhice para o capeta. Hugo Chaves, Lulla, Dilma, Maduro, Escobar, Kirchner, Evo. etc. Se juntarem todos, não dá a unha do pé de um bebe que preste.

    Curtir

  9. Aécio Moura

    ISSO É MENTIRA! O que podemos perceber até agora, é que todos os depoimentos foram mentirosos, inventados e de muita criatividade! Segundo a versão da Organização Criminosa que atua no Brasil e na América Latina, tudo que foi delatado e descoberto até o momento, É MENTIRA! Todos são mentirosos, com exceção de Lula, que nunca mente!!!

    Curtir