Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lula e Edinho Silva: futebol e ação contra a Lava Jato

Em 1º de março, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fala com o ministro da Comunicação Social, Edinho Silva, sobre as críticas ao escolhido do governo para ser o novo ministro da Justiça, Wellington Cesar Lima e Silva, procurador de Justiça do Ministério Público da Bahia, cuja indicação para substituir José Eduardo Cardozo seria barrado na semana seguinte pelo Supremo Tribunal Federal. Antes de entrar no assunto, Lula puxa conversa elogiando a Ferroviária de Araraquara – Edinho jogou futebol no clube e foi prefeito da cidade no interior de São Paulo.

Lula: Alô?

Edinho: Bom dia, presidente

Lula: Querido, EDINHO, tudo bem?

Edinho: Tudo bem e você?

Lula: Tudo bom, querido. Não deu pra gente conversar no Rio, né, caralho?

Edinho: Não, mas tudo bem, mas, é.. cê fez uma bela fala, viu? Muito boa. Gostei muito, gostei muito.

Lula: EDINHO, querido, falar uma coisa pro cê: tá vindo em São Paulo esses dias?

Edinho: Diz que eu to indo… não.. to indo sexta, presidente.

Lula: Sexta?

Edinho: É. Eu tenho, eu tenho que lançar o Canal da Cidadania, então obrigatoriamente eu vou ter que ter que estar sexta-feira em São Paulo.

Lula: Hum.. vamos ver se a gente marca um pouco de conversa.

Edinho: Tão tá. Eu ligo lá pra CLÁUDIA e acerto o horário.

Lula: Eu to te ligando por duas coisas: primeiro pra dizer que a Ferroviária tá boa pra caralho, hein?

Edinho: Você viu só? Te falei.

Lula: Não. E ontem eu vi uma entrevista do técnico da Ferroviária, ele é português, né?

Edinho: 33 anos, presidente.

Lula: Ele é português, porra, fiquei impressionado com a entrevista dele.

Edinho: O cara é bom, é bom. Eu.. quando eu conheci ele, eu jantei com ele um dia lá em Araraquara, ele conversa com você sobre economia, sobre o processo migratório da Europa, sobre a crise econômica…

Lula: Como que ele foi parar… como que ele foi parar na Ferroviária?

Edinho: É o seguinte, a Ferroviária, só pro cê lembrar, cê vai lembrar, a antiga VILARIS foi comprada pela INEPAR, cê lembra?

Lula: Eu lembro

Edinho: A INEPAR, ela é do Paraná, e quem… o sócio da INEPAR é o ATILANO e o MARIO CELSO PETRALHA, que é… que é o presidente do Atlético Paranaense. Então desde 2004 a Ferroviária tem uma parceria com o Atlético Paranaense. Eles põe os moleques da base, os moleques que eles querem amadurecer eles põem lá pra jogar na Ferroviária. Esse técnico, ele era um treinador sub-23 do Atlético Paranaense.

Lula: Ahn

Edinho: E o ano passado o Atlético fez lá uma parceria com o Guará, de Guaratinguetá que o time tava caindo. Aí ele com o time de moleque não só tirou do rebaixamento como quase classificou. Aí, né, como tem a parceria, o Atlético indicou ele pra pôr na Ferroviária. Eles puseram onze jogadores e esse treinador.

Lula: Aham

Edinho: E o cara tá… e o cara tá indo bem pra cacete, né?

Lula: Puta que o pariu, não… e depois a cabeça dele é boa.

Edinho: É boa, o dia que eu jantei com ele eu falei desse jeito pra ele, falei assim: SÉRGIO, você ainda vai treinar a seleção brasileira, eu não sei quando, mas você vai treinar. Eu falei então aproveita essa oportunidade. Eu falei pra ele: no Brasil, você é um quadro em branco, aproveita essa oportunidade e constrói um bom perfil, faz diferente, faz diferentes dos treinadores que tão aqui. É bom, ele tem curso na UEFA.

Lula: Se você conversar com ele pode dizer que eu assisti à entrevista dele e gostei muito.

Edinho: Um dia eu levo ele pra falar com você, você vai gostar muito, ele é muito bom.

Lula: Ele é um cara diferenciado.

Edinho: E é um moleque bom. Muito bom.

Lula: E o time da Ferroviária tá jogando bonito.

Edinho: E é só moleque, você viu? Só moleque. Tem um ou dois jogadores mais experientes só.

Lula: Aham. Tá bom querido.

Edinho: É bom…

Lula: Esse é uma coisa que eu queria falar com você, e a outra é o seguinte: é importante você ficar atento, porque vai sair muitas críticas indicação do novo ministro, com o objetivo de encurralá-lo.

Edinho: É isso.. É isso, já começou.

Lula: O objetivo é encurralá-lo. Crítica da VEJA, crítico do Globo, crítica da Globo, crítica.. ou seja, no fundo no fundo eles querem evitar que qualquer ministro acabe com o vazamento da Polícia Federal.

Edinho: É isso, é isso.

Lula: Sabe, então, é importante você ficar atento que alguém tem que responder, se for o caso.

Edinho: Não, pode deixar, eu marquei uma conversa com o JAQUES pra gente poder tirar uma estratégia e outra coisa que tem que evitar que é uma coisa que começou hoje na imprensa, é a idéia de que o JAQUES é o “super ministro” da Casa Civil.

Lula: Vai cair, se ele for forte ele vai cair.

Edinho: É isso..

Lula: Diga pro WAGNER que ministro forte cai

Edinho: Ele precisa, ele precisa arrumar um jeito de dar uma recuada.. de.. de.. porque é o que a imprensa vai tentar fazer.

Lula: Aham

Edinho: Ou seja, tudo que der certo no ministério da Justiça é dele, tudo que der errado vai ser dele também.

Lula: Aham

Edinho: Eles vão passar a ideia de que o ministro é um preposto dele.

Lula: Porque eu acho..

Edinho: Pode deixar.

Lula: Eu acho que alguém em algum momento tem que responder, tá bom?

Edinho: Pode deixar. Pode deixar

Lula: Tá bom, querido. Um abraço.

Edinho: Então tá, presidente.

Lula: Um abraço.

Edinho: Você vem pra cá essa semana?

Lula: Não, não. Eu ia hoje, mas na verdade eu desmarquei agora. Ele sai de cada cedo pra ir pro aeroporto, ela queria conversar, e eu ponderei pra ela que não é um bom dia pra gente se encontrar.

Edinho: É, também acho. Também acho.

Lula: Certo?

Edinho: É isso que eu ia ponderar com você também. (ininteligível)

Edinho: Tão tentando por tudo na tua conta. Se você vem pra cá essa semana vai ser ruim.

Lula: Ahn

Edinho: Tá bom.

Lula: É isso, querido.

Edinho: Então tá, presidente. Fica tranquilo, eu vou conversar com o JAQUES, tá?

Lula: Um abraço, meu irmão

Edinho: Um abraço. Té mais.

Lula: Tchau.