Justiça veta abertura de shopping sem obra de viaduto

Shopping Iguatemi JK, no Itaim Bibi, só poderá ser inaugurado após a implantação de mediadas para desafogar o trânsito na região

A Justiça de São Paulo decidiu nesta terça-feira que o novo shopping Iguatemi JK, no Itaim Bibi, Zona Oeste de São Paulo, não pode abrir para o público antes da construção de um viaduto necessário para desafogar o trânsito da região.

O empreendimento, no cruzamento das Avenidas Juscelino Kubitschek e Nações Unidas, terá 7 700 vagas para estacionamento de veículos e a previsão é de que receba diariamente 17 000 visitantes. A inauguração estava marcada para o próximo dia 19.

A sentença unânime dos desembargadores do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) confirma uma liminar, de 15 de março, que já proibia a abertura do shopping. A multa prevista na decisão liminar, de 500 000 reias em caso de descumprimento, foi mantida.

Exigências – São quatro as intervenções viárias exigidas para a abertura do shopping: a construção de um viaduto a partir da Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, a implementação de um quarta faixa de tráfego em um trecho da Marginal do Pinheiros, o prolongamento da ciclovia que margeia o rio e a construção de uma passarela para interligar a faixa exclusiva para bicicletas ao Parque do Povo.

Apenas as obras na ciclovia começaram, mas ainda faltam 200 metros para serem concluídas. As demais estão em fase de projeto. Pela decisão da Justiça, o shopping só poderá abrir após a execução total das obras.

(Com Agência Estado)