Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Justiça condena passageiro a 13 anos de prisão por acidente de ônibus no RJ

Veículo despencou de uma altura de oito metros na Avenida Brasil e matou nove pessoas, em abril de 2013

A Justiça do Rio de Janeiro condenou, nesta quarta-feira, o universitário Rodrigo dos Santos Freire a treze anos de prisão pelo ônibus que despencou na Avenida Brasil, em 2 de abril de 2013. O acidente matou nove pessoas e deixou outras sete feridas.

Freire e o motorista André Luiz da Silva estavam no ônibus da linha 328 (Castelo-Bananal) e se envolveram em uma discussão que causou o acidente. Tudo começou porque o motorista, segundo as investigações, não parou para o estudante descer do ônibus. Ao contrário do que disseram algumas testemunhas, o veículo não estava acima da velocidade permitida, 80 quilômetros por hora (km/h), sendo que Silva dirigia com cautela – estava a 32 km/h no momento da tragédia.

Leia também:

Empresa de ônibus que caiu de viaduto é multada

Após intensa discussão, Freire pulou a catraca do veículo, bateu boca e deu um chute no rosto do condutor. O motorista, então, perdeu o controle do ônibus, que despencou de uma altura de oito metros do viaduto Brigadeiro Trompowski, na Avenida Brasil.

Freire foi condenado a dez anos por atentado contra o meio de transporte e a três pelo crime de lesão corporal grave, totalizando treze anos de reclusão, em regime inicialmente fechado. Ele poderá recorrer da sentença em liberdade, uma vez que permaneceu livre durante toda a ação penal. Segundo consta na decisão, o universitário cometeu o crime “por motivo fútil”. “Ou seja, em avantajada desproporção entre a motivação e o delito praticado.”

Silva, por sua vez, foi absolvido do crime de expor a perigo meio de transporte público.

(Da redação)