Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jubileu de Elizabeth II tem gala com apresentações de cavalos em Windsor

As celebrações do Jubileu de Diamante da rainha Elizabeth II, apaixonada por cavalos, teve mais uma comemoração em um gala na cidade real de Windsor, em que participaram mais de mil artistas e cavalos vindos dos cinco continentes.

Os cavalos dançarinos Marwaris da Índia e os huasos chilenos com suas montarias foram alguns dos grupos que se apresentarem nesta quinta-feira sob uma intensa chuva nos jardins do castelo nos festejos do 60º aniversário da ascensão da soberana britânica ao trono.

A devoção da monarca por esses animais e as 250 viagens oficiais que realizou ao redor do mundo inspiraram esse espetáculo de 90 minutos que reuniu 550 cavalos e 1.200 intérpretes de 17 países em um cenário formado por uma réplica de Buckingham Palace, sua residência oficial em Londres.

Um carrossel de policiais italianos reconstituiu uma batalha histórica em um turbilhão de plumas e espadas, enquanto cavaleiros da Escola de Equitação do Kremlin mostraram seu domínio de acrobacia, formando uma pirâmide humana sobre os cavalos a galope.

Uma centena de exemplares árabes da cavalaria real de Omã irrompeu pouco depois em meio a uma nuvem de incenso.

Entre os números com cavalos, houve canções e bailes, com uma demonstração de digeridoo, um instrumento de sopro ancestral dos aborígines australianos, um haka (dança guerreira) maori, cantores e um grupo de mariachi.

Elizabeth II não assistiu ao espetáculo e se fez representar por sua filha, a princesa Ana, excelente praticante da equitação. Entretanto, a cerimônia será realizada novamente no domingo em uma versão ampliada em honra à rainha, e contará com a participação da cantora escocesa Susan Boyle.