Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Internet não perdoa retorno de Sérgio Cabral ao Facebook

Apoiadores do ex-governador voltaram a alimentar a página para "divulgar realizações" de sua gestão. Confira a reação dos internautas

Condenado a 45 anos de prisão na Lava-Jato, o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) teve sua página oficial no Facebook reativada nesta quarta-feira (27). A nova estratégia de comunicação ocorre pouco mais de um mês depois do juiz Marcelo Bretas proibir o peemedebista de conceder entrevistas.

Sob a hashtag #apoioasergiocabral, o texto publicado no perfil diz que o objetivo é “divulgar principais realizações” do peemedebista, preso desde novembro passado em Bangu. E, como qualquer bom conhecedor da web poderia esperar, internautas não demoraram a deixar claro o que acharam da iniciativa.

 

Página do ex-governador é reativada no Facebook (Reprodução//Internet não perdoa retorno de Sérgio Cabral ao Facebook/Facebook)

Uma hora depois da publicação, já havia pelo menos 2 200 comentários com críticas e ironias à reativação da página. Muita gente ficou confusa, achando que o próprio ex-governador havia sido o responsável pela postagem. “Lá no presídio tem Wi-Fi?”, escreveu um internauta. Em resposta a uma mensagem, o responsável pelo perfil tratou de esclarecer que a página é, na verdade, alimentada por apoiadores de Cabral.

Reação de internauta à publicação recente em rede social do ex-governador Sérgio Cabral (Reprodução//Internet não perdoa retorno de Sérgio Cabral ao Facebook/Facebook)

Menos de 1% dos comentários continham mensagens apoio. A maior parte dos internautas usou a plataforma para desabafar sobre o que pensam do ex-governador. “Que apodreça na cadeia”, lê-se em uma delas. “Pega ladrão”, diz outra. Muitos denunciaram a página.

Reação de internautas à publicação recente em rede social do ex-governador Sérgio Cabral (Reprodução//Internet não perdoa retorno de Sérgio Cabral ao Facebook/Facebook)