Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Hospital usa garrafa pet para coletar urina de paciente em SP

Secretaria diz que situação em unidade no Ipiranga, zona sul, não é admissível e notifica empresa para fornecer o material necessário até esta terça-feira

Enfermeiros do Hospital do Ipiranga, administrado pela Secretaria Estadual de Saúde, estão usando garrafas pet improvisadas para coletar urina de pacientes internados na unidade, localizada na zona sul de São Paulo.

O contador Marcelo Reis Vicente, de 34 anos, que está internado no hospital desde o dia 31 de outubro, divulgou uma foto da garrafa pet que a enfermeira deu a ele para usar como coletor de urina. “As enfermeiras se viram no que podem para ajudar a gente aqui. E acabam improvisando uma garrafa pet para poderem colher nossa urina”, disse. “Todos os pacientes estão na mesma situação. Não tem material para nada. Não tem nem fralda para os mais idosos”, afirmou.

O contador disse que sofreu um acidente de moto no final de outubro e que foi avisado pelos médicos da falta de material no hospital assim que chegou. Vicente afirmou ter quebrado a perna direita, o ombro direito e o cotovelo esquerdo. Segundo ele, os médicos afirmaram que ele precisaria passar por uma cirurgia.

“Chegando aqui, fizeram todos os exames e o médico falou que não tinha material para fazer minha cirurgia. E disse que o hospital não tinha mais verba para fazer a compra desse tipo de material”, afirmou. “Aí eu fiz a denúncia e agora saiu a transferência para o Hospital Regional Sul. Esperaram eu fazer a denúncia de que não tinha material para fazer alguma coisa”, disse.

Inadmissível

Em nota enviada a VEJA, a Secretaria de Estado da Saúde informou que “a situação constatada pela reportagem não é uma prática recomendável e tampouco admissível no ambiente hospitalar”.

“A pasta solicitou providências imediatas ao Hospital Ipiranga. A unidade acionou a empresa fornecedora das comadres [objetos usados para colher urina]  descartáveis, que se comprometeu a efetuar a entrega até amanhã, 14 de novembro. O paciente Marcelo dos Reis Vicente foi transferido na tarde desta segunda-feira, 13 de novembro, para o Hospital Regional Sul, onde seguirá sob acompanhamento especializado e passará pelo procedimento cirúrgico necessário”, diz a nota.