Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Hong Kong, Japão, Suíça, México e Jamaica barram carne brasileira

O governo da Jamaica apelou para que a população não coma carne brasileira

O governo japonês anunciou a suspensão das importações de frango e outros produtos do Brasil oriundos das 21 empresas  citadas na investigação da Operação Carne Fraca, da Polícia Federal. Na segunda, China, Chile e União Europeia anunciaram restrições à carne brasileira. A operação investiga esquema de corrupção envolvendo fiscais agropecuários e frigoríficos.

O México, que importa produtos avícolas, como carne refrigerada, congelada e desidratada de frango e de peru, ovo fértil e aves domésticas, também suspendeu as importações do Brasil.

As autoridades suíças anunciam que bloquearam a entrada da carne brasileira produzida por quatro empresas citadas na Operação Carne Fraca. A União Europeia já havia comunicado ontem que não aceitaria o embarque dos produtos das empresas investigadas.

“Como somos parte da Europa, bloqueamos o mesmo número de empresas que a União Europeia”, disse Stefan Kunfermann, porta-voz do Escritório de Veterinária da Suíça.

O governo da Jamaica apelou para que a população não coma carne brasileira e ordenou que os supermercados retirem de suas prateleiras os produtos do setor bovino.

Até que o caso seja examinado, toda a importação de carne brasileira será suspensa da Jamaica. O ministro de Comércio jamaicano, Karl Samuda, explicou as medidas têm o objetivo de garantir a “segurança do consumidor”.

Hong Kong, o maior importador de carnes do Brasil, também proibiu a importação de carne brasileira.

“Tendo em vista que a qualidade da carne exportada do Brasil é questionada, por prudência, o Centro de Segurança Alimentar suspendeu temporariamente a importação de carnes congeladas e refrigeradas e carne de aves do Brasil com efeito imediato”, informou a agência em comunicado.

Procurado, o Ministério da Agricultura informou que não havia sido comunicado oficialmente sobre a decisão desses países de barrar a entrada de produtos brasileiros.

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, disse nesta segunda-feira (20) que será ‘um desastre’ se os países importadores restringirem a entrada da carne brasileira. “Eu torço, rezo, penso, trabalho para isso não acontecer”, afirmou.

Segundo ele, o governo brasileiro precisa se apressar para dar explicações aos países que importam carne do Brasil. A preocupação é com o bloqueio desses mercados ao produto brasileiro, consequência da Operação Carne Fraca, que revelou um esquema de corrupção envolvendo fiscais agropecuários e frigoríficos.

“Temos que correr para atuar no mercado externo. Não podemos permitir o fechamento [do mercado]. Uma vez que aconteça o fechamento, serão muitos anos de trabalho para reabrir novamente. Nossa preocupação é não deixar sem resposta nenhum pedido de informação desses países”, afirmou ele.

Para que os embargos fiquem restritos às 21 empresas investigadas, o Brasil barrou a exportação dessas companhias.  Das 21 empresas, apenas quatro exportam para a União Europeia.

Confira abaixo, os maiores importadores da carne produzida no país:

(Com Estadão Conteúdo e agência Reuters)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Só pra isso serviu essa patuscada. Quem vai pagar o prejuízo agora? Essa questão da carne foi uma armação para prejudicar alguém e que se ferrou foi o país.

    Curtir

  2. Engraçado que a PF alega a questão “sanitária” e demoraram tanto tempo para revelar? Ora, questão sanitária deve ser divulgada com urgência. estranho muito estranho o que está por trás disso.

    Curtir

  3. PAUNOMOLUSCO

    Vender carne podre é crime. Permitir que se venda carne podre é crime. Esconder o fato de que se vende carne podre é crime. Espero sinceramente que o presidente Michel Termer tenha tomado medidas mais concretas do que aparecer na TV comendo churrasco para restabelecer a confiança do brasileiro na carne que come.

    Curtir

  4. Marco Ferrari

    sinceramente como brasileiro estou decepcionado com este país,pessoas inrresponsaveis,imprensa inrresponsavél,povo senvergonha,que distroi o seu proprio país,o governo somos nós,quando se ataca um governo de direita ou esquerda se ataca um país todo ,o brasil não é um time de futebol ou partido é um todo ,se algo der errado todos nós pagamos. vamos ser mais coerentes e responsaveis,cambada de vagabundos.

    Curtir

  5. Marco Ferrari

    importamos para varios paises do mundo, nunca tivemos algum tipo se quer de reclamação,e nós mesmos conseguimos nos destruir ,qual empresas agora vamos destrir ,coca ,skol itaipava nestle, escolhem aí cambada do terceiro mundo inrresponsaveis.

    Curtir

  6. Quem diria, logo a PF que vem fazendo um bom trabalho, ajudando a quebrar o país. Mas aí vem a pergunta: Em nome de quê? Qual o objetivo? O país não é o valor mais importante?

    Curtir

  7. A cleptocracia petista atingiu todas as esferas, desde o fiscalzinho da anvisa até as grandes empreiteiras

    Curtir

  8. Ricardo Silva

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK, HÁ ANOS QUE NOS COMEMOS CARNE PODRE E SÓ AGORA RESOLVERAM FALAR A VERDADE.

    Curtir