Homem morre após ataque de fúria no Axé Brasil

Por Marcelo Portela

Belo Horizonte – Um homem morreu na madrugada de hoje, após ter um ataque de fúria no Axé Brasil, evento de música baiana realizado no Mega Space, em Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte. Vinícius Geraldo Guerra, de 26 anos, destruiu parte da estrutura do local e morreu a caminho do posto médico, mas a causa da morte ainda vai ser analisada pelo Instituto Médico-Legal (IML) da capital, para onde o corpo foi encaminhado.

Segundo a Polícia Militar (PM), o rapaz estava muito agitado e ameaçava criar uma confusão, provocando várias pessoas que assistiam às apresentações. O capitão Ricardo Henriques, responsável pelo policiamento no local, contou que, em determinado momento, Guerra chegou a desmaiar, mas recuperou a consciência e voltou a ficar agitado. Segundo o militar, o rapaz “foi advertido várias vezes” por integrantes do Batalhão de Polícia de Eventos (BPE), mas não se acalmou.

Ao invés disso, Guerra ficou teve uma “crise de fúria” e começou a se debater e a destruir as grades que separavam os camarotes do restante do público. Ele foi imobilizado por policiais para ser levado para o posto médico. Mas, segundo o oficial, mesmo dentro da viatura ele continuou se debatendo. Quando chegaram ao posto de atendimento, o médico constatou que o rapaz havia morrido. “Ele parecia sob efeito de alguma substância. Certamente não estava em seu estado normal”, avaliou Henriques.

No bolso de Guerra, a polícia encontrou apenas uma carteira de habilitação e um pedaço de papel com os nomes de medicamentos para emagrecimento e anabolizantes. Os militares não encontraram ninguém que estivesse acompanhando a vítima no evento. O corpo foi encaminhado para o IML para ser submetido a uma necropsia e a Polícia Civil instaurou inquérito para apurar o que ocorreu. Guerra tinha seis passagens pela polícia por crimes como furto e receptação.